Darcy Ribeiro

” Com a abolição, os negros somam-se a esses brancos e pardos pobres que, para enfatizar sua superiodade de homens de dez mais clara, por vezes lhes agiam mais odientos que os brancos ricos. A integração de uns e outros na massa marginal da sociedade brasileira ainda se processa em nossos dias, dificultada por hostilidades que disfarçam sua identidade fundamental de interesses, como camada explorada.

Esse novo homem livre, preto ou branco, formado no mundo do engenho açucareiro com sua hierarquia remarcada, enquanto nele permanece mergulhado, é quase igualmente respeitoso e servil ao Senhor e ao feitor quanto o antigo escravo, mesmo porque não conta com qualquer perspectiva de sobreviver fora das fazendas. Essa condição tornaram o negro mais resignado com seu destino,agora melhorado pela assunção à dignidade de ser humano e ainda mais indoutrinável a uma concepção do mundo que que explica a ordem social como sagrada, e a riqueza do rico e a pobreza do pobre como destinações inapeláveis.”

Darcy Ribeiro. O Povo Brasileiro: A formação e o sentido do Brasil. 3 edição. São Paulo: Global, 2015

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: pinterest. Leandro Batista.

Santarém, Pá 15 de Julho de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: