O estado de insatisfação leva o ser humano a percorrer longos caminhos. Estes, devido a persistência, leva ao sucesso

Quem não conhece a célebre frase do nosso querido Rubem Alves: ” Ostra feliz não produz pérola”. É assim mesmo, o ser humano só revela o seu melhor, a medida que procura evoluir.

Taí a desgraça, ou um estado de insatisfação pode ser uma forma de fazer com que a gente pense na dor, nos nossos problemas de modo geral, como uma oportunidade a descobrir que merecemos mais. As dificuldades devem ser encaradas como um estímulo para conhecermos as nossas próprias dimensões.

Só nós conhecemos as nossas dificuldades. Há momentos em que elas chegam num ponto crítico- que é o confronto. Portanto, é preciso compreender que passaremos por momentos amargos, pela dilaceração de sonhos, mas a vida continua.

” Ostra feliz não produz pérola “. Ninguém vivendo em total estado de satisfação, produziria coisas extraordinárias”.

Não chegaremos a lugar nenhum se nos sentirmos confortáveis o tempo todo. É preciso um ” grão de areia”, assim como no caso da ostra, para provocar incômodo e a gente consiga reagir. A pérola é produzida através do sofrimento. Ela é a celebridade, mas para chegar a esse ponto, passa por um processo doloroso. Assim também ocorre conosco. E cada ser humano reage diferente a esse estado de insatisfação. Porém, é através de pequenos gestos que vamos nos recompondo dia a dia, assim como também tendo clareza daquilo que queremos.

. Diante de cada problema precisamos ser exigentes

Diante de cada problema precisamos ser exigentes conosco. Claro, é preciso ser persistente, isso dá um ânimo para que a gente não se abandone, mas busque o êxito de forma plena.

Superar é preciso. Evidente que, somos pessoas que ficamos extasiados diante de estímulo, mas quando não os temos, o que nos resta é buscar novos motivos para acreditar na vida, no mundo, nas suas engrenagens incertas. Mas, independente disso, digo de serem ” certas para uns, ou incertas para outros”, o certo deve ser feito pra nós.

Lamento ser tão autêntica, mas se a vida não nos tocar forte, como poderemos ser reluzentes? Lembra da pérola? O incomodo serve não só para gerar sofrimento, mas também força. E atrevo-me a dizer mais, existem dois fatores que considero primordial diante do sofrimento: tempo e maturidade.

Se formos maduros e tivermos autocontrole, tudo pode latejar, mas conseguiremos fazer uma canção silenciosa que só toca no desassossego. Todava, ela não é tão ruim, pois no mesmo tempo que incomoda, ela faz nascer também em nosso peito a esperança juntamente com a sensação de pureza. É esse detalhe que cristaliza os nossos sonhos e nos mantém vivos.

Eis o segundo passo: fazer escolhas corretas diante da dor. Se estou diante de meu próprio limite, é sinal que posso produzir uma bela pérola. ” Um grão de areia” ou “uma rocha”. Eu não sei o tamanho do seu problema, mas num mundo onde tudo soa como um desafio, feliz é aquele que consegue ser resiliente ao invés de se moldar diante de qualquer pressão.

Tenha clareza do que deseja, não tenha ânsia de poder, mas tenha pressa de ser feliz .

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem:pinterest. Laura Harrison

Santarém, Pá 7 de Julho de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

12 comentários em “O estado de insatisfação leva o ser humano a percorrer longos caminhos. Estes, devido a persistência, leva ao sucesso

    1. Rsrs!..eu entendo, Silvana. Mas, a ordem da vida é sempre no imperativo: vá!…temos que ” avançar ” mesmo com medo, porque de outra forma, não cumprimos o nosso papel. Às vezes não queremos ir, não nos sentimos confortáveis, mas a vida é impiedosa, ela nos empurrar […] . O lado positivo de tudo isso, chegarmos ao fim de todo processo, confiante de que, tudo aquilo que fizemos, nos deixou bem , ou seja, trouxe paz . E como diria Machado de Assis, seguiremos dessa forma, ao nosso ” derradeiro descanso “.

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: