PAULO FREIRE

” A verdadeira revolução, cedo ou tarde, tem de inaugurar o diálogo corajoso com as massas. Sua legitimidade está no diálogo com elas, não no engodo, na mentira. Não pode temer as massas, a sua expressividade, a sua participação efetiva no poder. Não pode negá-las. Não pode deixar de prestar-lhes conta. De falar de seus acertos, de seus erros, de seus equívocos, de suas dificuldades.

A nossa convicção é a de que, quanto mais cedo comece o diálogo, mais revolução será.

Este diálogo, como exigência radical da revolução, responde a outra exigência radical – a dos homens como seres que não podem ser fora da comunicação, pois que são comunicação. Obstaculizar a comunicação é transformá-los em quase “coisa” e isto é tarefa e objetivo dos opressores, não dos revolucionários.

Paulo Freire. “A teoria da ação antidialógica”. Pedagogia do Oprimido. 71 edição. Rio de Janeiro/ São Paulo: Paz e Terra, 2019

Marii Freire Pereira.

https://Pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: pinterest. Centro de Referência em Educação Integral.

Santarém, Pá 21 de Junho de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “PAULO FREIRE

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: