Relacionamento saudável II: gatilhos do amor, você sabe reconhecê-los?

Muitos casais procuram encontrar a fórmula da felicidade juntos. Mas, o que a maioria não leva em consideração é o fato de que o amor a dois é algo que vive gravitando na orbita de suas necessidades. A medida em que duas pessoas têm a capacidade de serem generosas e verdadeiras consigo mesmas, elas têm uma grande probabilidade de converter a humanidade um do outro, na admiração genuína, o que permite por exemplo, eu amar uma pessoa.

O segredo dos relacionamentos darem certo hoje, é que as pessoas são livres para escolher com quem desejam estar. Embora a idéia de amor prevaleca sempre, a gente sabe que o faz duas pessoas se relacionarem, e ao mesmo tempo ficarem juntas é determinado pela construção da afetividade. Quando você criar uma ponte de grandeza, e alarga a sua generosidade em relação ao outro, faz com que ele te veja com um olhar mais mais humano. Os vínculos que unem as pessoas, nascem justamente, das experiências autênticas que surgem dessas relações. Estas, são vistas como ‘valorosas’ nessa troca de informação de uma pessoa com a outra. Quanto mais me mostro recíproco e verdadeiro, mais se fortalecem os laços afetivos.

O comportamento visível do ser humano na vida, nas circunstâncias, nos relacionamentos de modo geral, dizem muito sobre o caráter de uma pessoa. O amor, ele também constrói as suas bases na questão do comportamento. Evidente que existe, uma visão romântica e às vezes até ingênua a respeito do amor que você sente por uma pessoa. É ela que sustente este durante anos. Nao é o amor que sustenta os relacionamentos, mas os comportamentos, é o quanto eu me doo, o quanto expresso respeito as atitudes do outro, ainda que isso, em algum momento venha me ferir. O comportamento, ele diz muito sobre quem eu sou. Se falo algo e ao mesmo tempo revelo um comportamento contrário ao que digo, então não é amor. Mas, uma de suas muitas facetas. E, em relação a este caso, é bom ficar atento para não se machucar tanto.

A maioria das pessoas se relacionam umas com as outras por inúmeros motivos. Porém, se ao tentar reduzir as suas propostas sem o adorno da consciência, do valor que o outro representa, isso dentro de uma construção amorosa por exemplo, certamente, irá colaborar para o surgimento de conflitos de toda natureza. Quer um exemplo novamente? Às vezes, numa discussão de casal, para provar que você é quem sempre tem razão dentro da relação, você rejeita, deprecia o outro, diminue as duas idéias, interpreta a sua maneira para provar que você é o dono da verdade. E aí, eu pergunto a você: ” Isso é amor, ou uma relação onde você tem o intuito de mandar?”. Parece banal, mas o homem gosta de escravizar para garantir a sua atuação dentro do relacionamento. Essa é uma história que se repete há séculos, e que se você considerar, atrocidades são cometidas em nome do amor. Por isso é importante ter cuidado com exageros.

O amor verdadeiro, vale ressaltar que, ele não se constrói baseado nesse tipo de comportamento. Lembra que falei que amor também é comportamento? pois bem. O amor real ele é manifestado através da forma em que você se dedica, na forma que atua sem impor posições. Uma pessoa consciente e apaixonada pela outra, ela se mostra verdadeira. O que eu quero que você compreenda nesse texto, é que chamo atencão para o comportamento, na verdade, são as atitudes que mostram se somos amados ou não. A linguagem do amor é a sensibilidade, é algo que nos permite sentir e respirar emoção. Quem nos ama, nos decifra, e não nos submete as suas vontades. A resposta do amor verdadeiro, do amor saudável é que ele leva em consideração a necessidade do outro.

É fundamental que a pessoa que viva uma paixão, ela saiba identificar gatilhos importantes acerca do amor. Amor não dar respostas prontas as suas dúvidas. Na verdade, você precisa descobrir e identificar qualidades inerentes aos seus sentimentos. Se o que você vive, é algo que te deixa inseguro (a) em relação ao outro, é porque essa experiência que você vive e pensar ser amor, de fato não é. Amor não nos coloca dúvida na cabeça. Entenda que nenhum sentimento se verdadeiro nos coloca medo, limitações e insegurança.

Amor não é egoísta, não disputa, não deixa duvida ou trás insegurança como disse. Amor é o que nos torna mais célebres como pessoas, sensatos, pé no chão. Isso sem contar que ele aflorar nossa exteriorização…nos torna melhor como pessoas.

pense nisso !

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: pinterest. Jennifer Nilson/ Wellington & Couple Photographer

Santarém, Pá 30 de Maio de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: