Relacionamento Abusivo II

“O relacionamento abusivo é aquele, onde se manifestada o desejo de controle que um parceiro tem sobre outro .”

Marii Freire Pereira.

Em toda relação existirá problemas, independentemente dela ser abusiva ou não. É bom procurar esclarecer isso. Agora, eu vou falar aqui, algumas características que você pode identificar como aquilo que representa abuso do parceiro em relação ao outro. Lembrando que homem e mulher têm o mesmo tipo de conduta quando se trata de relacionamento abusivo. Primeiro, quem é o abusador? É ” O príncipe ” por quem você se apaixonou. Ele é exatamente aquela figura revestida de ternura que, na maioria das vezes, se fazia de ” cavalheiro”, só que com o tempo, ele se transformou. E aí vem a pergunta, isso aconteceu da noite para o dia? Não. Na verdade, isso começou com gestos pequenos e a mulher não deu a devida importância . Veja, se esse homem costuma agir dessa maneira:

  1. Ela deixou de tratar você com carinho .
  2. Há falta de respeito
  3. A reciprocidade, existe mas não como antes
  4. Há muita manipulação
  5. Ameaças como: ‘se você não fizer isso do jeito que gosto, na rua eu encontro que faça melhor’.
  6. Controle: Ele observa todos seus movimentos, com quem fala ( O que fala), no telefone, quantas ligações recebe e várias outras coisas.
  7. Diminue as suas qualidades
  8. Se irritado explode, colocando a culpa sobre você
  9. Faz diagnósticos sobre a sua saúde, o seu corpo, o seu peso de forma errada
  10. Acaba com a sua autoestima
  11. A ansiedade. Esse é também um problema sério que surge nesse modelo de relação
  12. Depressão. É uma doença silêncio que acontece na maioria das vezes, por situações como essa. Então é bom ficar atenta para esses sinais. A gente sabe que além deles, existem uma série de outros.

A mulher que vítima de violência psicológica, ela percebe essas situações acontecendo no seu casamento, relacionamento, namoro de maneira gradativa. Mas, o problema é que, ela pensa que isso é normal ou acha que esse homem vai mudar. E, a verdade é que ele não muda. O que acontece é que todas essas situações se intensificam cada vez mais comprometido a saúde da mulher

Como vimos acima, existem uma série de situações que você pode ir identificado. Agora, não é interessante você mulher, fazer considerações acerca do comportamento desse homem. Se é um namoro por exemplo , ele some, como se diz: ” deixa você no vaco”. Aparece quando quer. Isso é um sinal de que você também precisa ficar mais atenta, porque essa relação acaba virando uma gangorra emocional. A sua vida vira uma bagunça, onde ele alterna com carinho os momentos que você fica sozinha. Depous some novamente, ou seja, ele “some e aparece do nada”, e diz que está tudo bem, ou te trata de forma ríspida, afirmando coisas que te faça sentir culpada por algo que não fez, até pelo ” sumiço ” porque diz que você faz muitas cobranças, bem como, outra série de desculpas.

O homem que usa a mulher para fazer esse tipo de coisa, ele só tem uma preocupação: o bem-estar dele. O manipulador emocional sabe exatamente como proceder com você, ou seja, ele conhece todos os seus pontos frágeis.

É interessante ressaltar que ” toda relação precisa ter equilíbrio “. Se existe algo que te incomoda, que você acha que não é correto com a sua pessoa, principalmente portudo o que você oferece a esse homem, [re]considere os seus pensamentos. Se abriu brecha pra dúvida, é porque o erro já começa por ela. Não se sinta obrigada a dar suporte aos erros do seu parceiro. Não crie condições para que isso aconteça.

” Quebre o silêncio, fale. Peça a juda”

Quando não se sentir bem, converse com alguém, principalmente quem já passou por esse tipo de abuso, que você terá um maior esclarecimento. Só não vá buscar melhoras , aonde não há, porque partindo da violência psicológica, ela vai chegar a violência física.

” Não isente um abusador da culpa”. Ele sabe te manipular de uma maneira que você não percebe. Fique atenta!

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: politize.com.br

Santarém, Pá 29 de Abril de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

3 comentários em “Relacionamento Abusivo II

  1. outro tema de extrema relevância e que, infelizmente, a cada dia fere os tecidos da sociedade. a sutileza com que muitos tentam (e conseguem) fazer prevalecer o que pensam ou desejam independente do que o outros pensam e sentem. uma chaga que ganha terreno, cultivado no medo, principalmente, muito dentro de uma realidade que naturaliza e por vezes banaliza o sofrimento. é mais uma questão que merece, com toda atenção, política de estado eficiente e um olhar mais profundo na natureza humana e em sua formação e em como se processa para políticas fortes de educação, cultura, etc. repito: não podemos naturalizar algo de tamanha gravidade atribuindo apenas a questão social. é preciso ir muito além. ainda há muito o que dizer, mas teu post está muito bem definido, Marii. um abraço sempre.

    Curtido por 1 pessoa

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: