Campanha Sinal Vermelho

Um ” X” vermelho na mão pode salvar a sua vida. Não se cale diante da violência: Denuncie.

A associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), juntamente com o Conselho Nacional de Justiça ( CNJ), uniram- se para pedir : ✋BASTA✋ de violência contra a mulher.

Talvez, elas próprias ( mulheres) não saibam direito, mas o intuito desse campanha, mas ela visa trazer soluções a casos emergenciais. A gente sabe que, durante a pandemia houve um aumento dessa violência. Portanto, uma forma inteligente de tentar resolver esse problema foi criar uma rede silenciosa, onde a mulher que é vítima da violência doméstica, ela possa chegar a uma farmácia e fazer um ” x” na mão que o atendente saberá que essa mulher foi em busca de ajuda, de socorro, posso assim dizer.

Se um homem diante de uma situação tensa, ele perde o controle, agride com palavras, ou mesmo, se esse homem bate em você, isso é violência.

Se você mulher, não se sente segura para contar para alguém, falar expressamente tudo o que passa, vá até a farmácia mais próxima de sua casa e denuncie.

A violência, ela atinge mulheres de todas as idades. Essa é a imagem da atriz Luiza Brunet. Na época do ocorrido, ela deixou a vergonha de lado, e denunciou o seu agressor. As marca dessa violência são detalhes visíveis. Isso, não incluído as marcas da violência psicológica, porque esta não deixa cicatriz, apenas um eco de lamentação na pessoa.

Amor não machuca, não causa tristeza, nem deixa hematomas pelo corpo. Muitas mulheres confundem amor com maus-tratos, o que uma atitude imperdível.

A violência doméstica, ela vem muitas vezes ” disfarcada” de cuidado. É comum se observar a figura do homem super-protetor em certos relacionamentos. Mulher, tome cuidado com isso. Um dia, ele é gentil, mas no outro, manda você tirar o vestido que não é ” adequado ” ou impede você de falar com amigos, familiares e assim sucessivamente.

Às por ” amor” , se abre mão de muita coisa, até de ‘ amor próprio!’ – Entenda, quem nos ama, nos respeita, respeita a nossa vontade, e não ao contrário, não coloca limites para obedecer. Sentiu que o seu relacionamento só tem brigas, sofrimento ( sofrimento diante dos filhos), peça ajuda! – A família é essencial nessas horas , ou mesmo, tenha coragem de ir numa farmácia, numa delegacia e diga que precisa de ajuda.

Não se cale.

” O silêncio mata”.

Não ponha a sua vida em risco. Não fique vivendo na mesma casa com o agressor porque ele não vai mudar. Não se culpe por nada. Não há culpa, há remédio, há solução para você sair dessa situação de violência.

DENUNCIE.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Santarém, Pá 6 de abril de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

5 comentários em “Campanha Sinal Vermelho

    1. Vou dizer uma coisa pra você: estou muito feliz em levantar essa bandeira. A gente ouve cada relato, presencia situações, senta para ser ouvidos para quem sofre com esse problema. É muito gratificante, muito, muito mesmo poder ” ajudar” um pouquinho que seja. Eu sou bacharela, escrevo…é bom saber que as pessoas confiam em você.

      Curtido por 1 pessoa

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: