Cecília Meireles

“Não posso mover meus passos

por esse atroz labirinto

de esquecimento e cegueira

em que amores e ódio vão:

Pois sinto bater os sinos,

percebo o roçar das rezas,

vejo o arrepio da morte,

à voz da condenação;

avisto a negra masmorra

e a sombra do carcereiro

que transita sobre angústias,

com chaves no coração

descubro as altas madeiras

do excessivo cadafalso

e, por muros e janelas,

o pasmo da multidão.

Choramos esse mistério,

esse esquema sobre- humano,

a força, o jogo, o acidente

da indizível conjunção

que ordena vidas e mundos

em polos inexoráveis

de ruína e de exaltação…”

Cecília Meireles. Romanceiro da Inconfidência. Organização: André Seffrin. 13 ed.Editora Global. São Paulo, 2015

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Path Rus

Santarém, Pá 25 de fevereiro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Cecília Meireles

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: