Tarsila do Amaral

Pintura de Abaporu, 1928 por decorrência do lançamento do Manifesto Antropófago, de Oswald de Andrade, e publicação de Macunaíma, de Mário de Andrade.

Literatura brasileira em diálogo com outra literaturas e outras linguagens. William Cereja e Thereza Cochar. Atual. São Paulo, 2013

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: WikiArt.org

Santarém, Pá 21 de fevereiro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Tarsila do Amaral

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: