Mulher segura

Uma mulher segura é aquela que tem o conhecimento pautado nas suas próprias descobertas ( sentimentos e emoções ). Ela é plena em tudo que faz, defende a sua individualidade como um tesouro. E bem mais do que conceitos fugazes, ela acredita na força da intuição. É corajosa, quebra tabus, e procura ir além daquilo que a maioria das pessoas fazem, justamente porque ela é uma pessoa que não tolera equívocos.

Uma mulher segura, ela é corajosa, não tem medo de perder, não finge para agradar. E sobre relacionamentos amorosos ou consigo mesma, a regra não difere. Pois, autenticidade é sua marca.

Qual é o primeiro fator que uma mulher parecer segura?

A fala. A fala de uma pessoa segura não pode ter tropeço, é direta. Se existe algo que a desagrada, essa mulher não deixa que um problema permaneça na sua vida por muito tempo, na verdade, ela não deixa que ele se instale. Grande parte das pessoas, vivem sustentando situações absurdas. ” Ai, porque isso dói e machuca”. Ela não. Com dor ou sem dor, certamente, essa mulher vai procurar manter um diálogo aberto e franco quando entende que algo a desagrada.

A mulher segura não convive com a dúvida. Se há um problema que ela identifica, diz: ” opa!, isso não tá legal”. Diferente da maioria das mulheres, ela vai a fundo, seja nos relacionamentos, trabalho ou amizades. O silêncio de fato, não é uma marca registrada de que se sente seguro.

As suas certezas são baseadas em que?

Todas nós mulheres, já nascemos trazendo uma espécie de alerta interno. A medida que vamos crescendo, a gente passa a desenvolver melhor a nossa percepção, os sentidos que nos ajuda a avaliar melhor quando as outras pessoas estão agindo de boa-fé, quando falam a verdade ou não. Às vezes é difícil indentificar esse detalhe. Mas, devemos sempre buscar a verdade. A dor por exemplo, é um choque para todos nós . Acredito que o que vou falar agora, sirva tanto para as pessoas que são seguras de si, quanto para aquelas que preferem conviver com a dúvida: ” grande parte do nosso sofrimento, é culpa de quem?”. Em geral, se costuma atribuir a culpa ao outro, mas isso é só disfarce para as nossas falhas. A culpa é nossa. Difícil é ter caráter para assumir tamanha responsabilidade. Quando falo a expressão ‘ mulher segura ‘ estou me referindo a autoconhecimento. Uma pessoa que se enquadra nesse conceito é alguém capaz de ser verdadeira, sensata com ela e com os outros. Neste caso, também sim, essa mulher assume a sua culpa.

A responsabilidade é uma qualidade?

A responsabilidade neste caso, sim. É fácil reconhecer as qualidades de uma pessoa segura. Quem é seguro, é objetivo. Pessoas com essa marca gostam de clareza, preferem sempre o lado da razão. Gostam muito de conversar inclusive, mas, percebendo que há um esgotamento de flagrar no outro, reações contundentes, a pessoa, muitas vezes deixa de insistir na conversa, na argumentação em si, prque ela percebe que ali tem uma coisa errada. Se há essa identificação de equívocos, ela pára de instigar, de querer questionar, é até de querer manter vínculos com quem não se mostra autêntico.

Há algum tipo de exagero em pessoas que se sentem seguras?

Eu acredito que não. Elas tomam decisões justas, mesmo que isso provoque desconfortos, ou gere inseguranças. São pessoas rígidas. Mas, são assim porque tiveram que primeiro, conviver com essa dureza da maneira interna. Não são frias, pelo contrário, são pessoas muito sensíveis internamente, só que não demonstram isso com muita facilidade. Como disse, são sensatas, e gente assim cumpre lei, principalmente as particulares, ou seja, aquelas nascidas no íntimo.

As pessoas sensatas, seguras de si, elas não erram?

Óbvio que erram. Qual é o ser humano que não era?! Todos nós, em algum momento perdemos o equilíbrio. Principalmente, se somos estimulados diariamente. Mas, existe um detalhe importante em relação ao caráter dessas pessoas; se erram, elas pedem desculpas, procuram conversar, se doam de verdade em tudo o que fazem. Se existe a necessidade de reconhecer uma falha, elas reconhecem, e assim por diante. São pacientes até o momento que acreditam que deve ser. Só tem uma coisa que elas não suportam: conviver com mediocridade. Gente com atitudes medíocres, procuram ficar distante. Não é que elas sejam certinhas, nada disso, é porque o foco é não desperdiçar. Se é um amor, tem que ser inteiro, se for amizade, tem que ser verdadeira. A segurança dessas pessoas vem exatamente disso, do todo.

Não há como negar que a autenticidade é a maior característica de uma pessoa segura, de uma mulher sabia, verdadeira ” segura”, como quiser definir. Se ela tiver que exigir uma postura reta de você, tenha certeza que isso irá acontecer porque o seu posicionamento sempre é muito claro: seja autêntico para que eu seja autêntica.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Admirável Mundo Inventado

Santarém, Pá 10 de fevereiro de2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: