É tanta exigência para se ser mulher, que não há currículo masculino com tantas qualidades

Parece exagero o que estou falando? Não. Tem um vídeo circulando numa determina plataforma, onde aparece um homem ‘maduro’ numa praia mandando um recado diretamente as ‘novinhas’. Até aí, não vejo nenhum problema há preferências e exigências de todos os gostos. O problema é que o cara fala de forma pejorativa das mulheres com mais de 30 anos. Ele diz que a mulher após essa idade, ” vende” uma falsa imagem. Por que falsa imagem? Porque são mulheres que estão só a ‘ casca’ e quando estas, tiram a roupa pra eles, mostram uma cicatriz enorme ( cesariana). Portando, junto a essa falta de ” qualidade feminina ” a outras, crescem as exigências. Em resposta, a mulherada que já passou dos 30 ” tá empilhando o nariz”. Com certeza, ele será lembrado por muitas.

Entro na onda da crítica, não para dizer que ele falou bobagem. Por favor, entenda, não defendo este homem, nem o que ele disse. Porém, deixo um alerta a vocês mulheres, que ao pegar um currículo masculino, quando chega na parte das “qualidades”, simplesmente, não desprezam essa área, porque aos homens, ela parece importante.

Eu defendo a individualidade, gosto e preferência de cada um. Agora, vamos falar a verdade: ” aos 30 anos, temos cada mulherão da porra”. Engana-se quem pensa que relacionamento é só sexo. O convite que ele deixa as novinhas, é claro: ” tem que ser boa de colchão “. Eles querem olhar o produto e não náuseas.

Uma coisa puxa a outra: o que é que um ser humano desse tem na cabeça pra falar tanta coisa desnecessária? Primeiro, uma mulher vai pra cama com um homem só se ele for esculpido? Essa é a primeira qualidade na lista de exigências? O cara não chega dizendo que tem ” pinto pequeno”, ou barriga saliente. A questão da barriga você até nota, mas não o ‘despreza ‘. E se ele tiver uma boa conversa, carisma, for atencioso, esses detalhes até melhoram a relação. Quanto as qualidades, mulher não costuma ser tão exigente. você considera ” os acréscimos que a vida não deu” no que ele faz pra compensar essa falta. Estou certa? Ora, o homem passa a vida inteira com excessos e a mulherada, na sua maioria não reivindica nada, porque ela compreende que é importante ter uma companhia de qualquer, isso vale vai do que um corpo. Agora o homem quer silicone, ” pepeca depilada”, quanto mais lembrar uma menina de 12 anos, melhor. Uma mulher sensual, incrível, que tenha boa conversa e não reclame, porque se disser alguma coisa que o desagrade, ele já deixa claro: ” meu amor, não gosto de mulher que fala muito”. Perfeito, porque neste caso, eu acredito que a melhor companhia, será outro homem. E não novamente, não me entenda deforma errada. É que para uma mulher conseguir ser essa ‘mulher incrível ‘, ela teve que fazer muita coisa e abrir mão de outras.

Gostaria muito que as mulheres, deixassem de empinar o nariz e passassem a raciocinar. Gostem de vocês do jeito que são: com ” as mamas caídas” com as suas marcas de cicatrizes, assim como também procurem relevar o ” saco caído ” de seus parceiros, tendo eles mais de trinta ou não. E embora muitas de vocês não estejam atentas, a maternidade é uma coisa que a sociedade impõe a nós todas. Precisamos compreender as diferenças de nossos corpos, antes e depois que nos tornamos mães. Finalizando, deixo o último recado: continuamos bonitas, ” atraentes” depois da maternidade principalmente. Valorizem-se, não se tornem reféns de opiniões de quem pensa dessa maneira.

Um abraço a todos!

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: de Facebook/ Amazing Outfits

Santarém, Pá 4 de fevereiro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

9 comentários em “É tanta exigência para se ser mulher, que não há currículo masculino com tantas qualidades

    1. De fato, Filipa! Essa situação tem uma estreita relação com a história de todas nós na sociedade. Apesar de alguns avanços, a mulher ainda é vista por muitos homens como um objeto. Isso nos ajuda compreende as inúmeras bobagens que se ouve por aí. A mulher deixou de ser a ” comida” e passou a comer também, mas aquilo que o homem deixa ela comer, ou seja, a sobra. Infelizmente, ainda precisamos caminhar bastante para estreitar essas diferenças

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: