Branca de Neve esperta, não come maçã de nenhuma qualidade

As pessoas mais felizes que conheço são aquelas que sabem aonde querem chegar. Só que para chegar ao sucesso, que é o lugar que a maioria deseja, é preciso preencher alguns requisitos, e um deles é não passam por cima dos outros para conseguir tudo o que precisa.

À maioria passa, não? Estou brincando!E como não fazer isso, digo, alcançar os meus objetivos sem usar as pessoas? Eu acredito que a palavra que define melhor essa situação, é caráter. Caráter é uma qualidade que você trás do berço. Você jamais irá encontrar uma pessoa com consciência nesse país, sem que antes de qualquer coisa, ela não tenha essa característica particular. Você nota que tem muita gente por aí, com sucesso, dinheiro e fama, mas não carrega consigo essa qualidade que o típica de quem é humilde. Pode-se dizer que caráter é um detalhe ligado a sua condição, aos seus valores. Você jamais irá encontrar ele nas ruas, ou no que o dinheiro pode comprar.

Muitas pessoas devem imaginar, mas se eu for bonzinho o tempo todo e com todo mundo, eu devo fazer votos com São Francisco. Nada disso, primeiro, ninguém consegue ser bom o tempo inteiro, portanto, pensar dessa forma é ingênuo. Segundo, a idéia Franciscana é liga a generosidade. Francisco foi um homem de coração e consciência aberta aos mais humildes de sua época. Você não têm que dar nada a ninguém, a não ser que se sinta bem ao fazer isso. Acontece que caráter e bondade, andam juntos. Você não precisa necessariamente dar um objeto, ou uma quantia em valor para as outras pessoas, mas pode incentivá-las. Ah, isso não deixa ninguém mais pobre, nem tira privilégio de quem quer que seja.

À idéia que se tem sobre o sucesso, sobre pessoas bem-sucedidas, ao menos as histórias que inspiram, quer dizer, que serve de exemplo para as pessoas, é que elas, conheceram a pobreza no real sentido da palavra. Muitas conseguiram um lugar de destaque pelo esforço e principalmente, pela ajuda que tiveram de uma outra pessoa.

” Todo mundo nos estende a mão?”

Não, não é todo mundo que nos estende a mão, que se mostra amigo nas horas difíceis. Amigo de verdade, e falo ‘de verdade’, não é porque você tem amizade de quase uma década com a pessoa. Mas, o amigo de verdade, é aquele que olha pra você e, sem que você diga que está passando por dificuldades, ele ajuda de alguma maneira. É um incentivado, ou sabendo que você passa por privação de alimentos, pergunta se pode ajudar, é aquela pessoa que convida para pagar um almoço, as apostilas para concursos que você precisa estudar, e não têm dinheiro para bancar isso. O amigo às vezes é um ‘desconhecido’, nem sempre é a pessoa que você ‘considera. Mas, quem demonstra algum tipo de preocupação com você, e por você. É a pessoa precisa de uma carona e abre a porta do carro pra ela entrar.

” É de pequenas bondades que se faz as grandes amizades”.

A medida que fazemos o bem para o outro, também o fazemos para nós mesmos, porque em algum momento da vida, tevemos o auxílio de outra pessoa. Às vezes, podemos não recordar, mas houve alguém que nos estendeu a mão.

E qual é a condição principal que identifica que você é essa pessoa boa? O fato de não guardar ” veneno no coração ” ou trazendo isso para o mundo lúdico, fazer como a bruxa do contos de fadas, oferecendo uma maçã ( ajuda), envenenada para os outros, tenha segundas intenções.

” Branca de Neve esperta, não come maçã de qualquer qualidade “.

Por que não comer maçã de qualquer qualidade? Qual o sentido disso? Nem a ofertada pela bruxa, nem a de nenhuma outra espécie. E por que novamente? Porque temos que encarar o fato de que – ‘quem oferece, quer algo em troca’. Essa é a reflexão. Quando você oferecer ajuda, seja um ser humano grande, porque quem a recebe, algum dia terá que fazer o mesmo por outra pessoa. O bem é um ciclo que não se fecha. Só não o fará, aquele que tiver caráter duvidoso. Neste caso, sim, pode-se dizer que o bem contaminou a maçã, e não a maçã à essa pessoa, como acontece na história.

Caráter, bondade e sabedoria são qualidades que só tem, quem guarda a consciência de oferecê-los. Ninguém é tão pobre que não possa dá nada, porque ” doação ” é demonstração de riqueza.

À essência humana reside nisso, digo na arte de alguma fazer o bem. Como disse, ele é um ciclo que não se fecha, você faz hoje, amanhã alguém repassa ele adiante e não acaba nunca.

Quando você faz o bem, prova justamente o contrário ao mundo, que a maldade, a inveja ( Branca de Neve), só destrói a nos mesmos. Talvez, o grande êxito humano seja essa coisa fazer pelo o outro, o que gostaríamos que fosse feito por nós.

Faça o bem! O êxito não é um presente envenenado. Mas, uma forma de você deixar que a sorte do outro também possa fluir de alguma forma. Ao assumir essa condição de ajudar, você se torna uma pessoa importante, pra muita gente.

Bondade é uma questão de consciência!

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem & criação: Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 8 de janeiro de 2021

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: