O tempo

Se a consciência nos torna humanos, o tempo é o fator fundamental para que sejamos capazes de descobrir o valor das coisas. Para que sejamos capazes de realizar tarefas, alcançar objetivos, acrescentar valor a uma situação, consertar caminhos, descrever sonhos. Em suma, coisas que nos são úteis, porque ele, o tempo é que colabora para os nossos acertos, para que possamos atuar de forma coerente ou não. De repente, até errar.

Quantas vezes, você não nota situações como trabalho que tanto nos exige, e você se doa como um louco para ganhar um pouco mais de dinheiro e desfrutar isso com a sua família. Claro, afinal foi ela que deu o suporte necessário para que as coisas pudessem ficar sob controle enquanto você trabalhava . Todavia, existe também uma necessidade da sua família que muitas vezes é negligenciada, porque você estar tão envolvido com o seu trabalho, que quando a sua esposa pede para você relaxar e tira um dia do seu tempo, você diz ” não posso “, tenho que trabalhar […]. O tempo resiste, mas as coisas vão se deteriorando e você não presta atenção nisso, e por não oferecer qualidade, o cotidiano vai tomandoboutro sentido. Quando você vê, já é tarde, porque quando os pedidos não são vistos com a sua devida importância, a vida perde ganha significados diferentes daqueles que você gostaria.

Os problemas deixam as pessoas insatisfeitas, e uma vez insatisfeitas, elas procuram viver coisas novas que as façam encontrar uma razão maior para viver. Isso parece óbvio demais, porém, não é só filosofia. O tempo como disse, ele é determinante na vida das pessoas, na tomada de suas decisões.

No final, o que importa para elas é conhecer a qualidade daquilo que você tem para oferecer. Há tantas situações que se eu fosse citar, passaria o dia inteiro enumerando os casos que o o tempo corrói.

Um segundo problema que deixa as pessoas insatisfeitas, é elas ficarem mendigando tempo para as outras pessoas. Às vezes, elas dizem ” você viu o meu trabalho?” É uma urgência, porque dificulta quem ofereceu tempo, ou espera uma resposta a respeito de uma vaga de trabalho, por exemplo. Ou ainda, “leu as minhas mensagens?” E a outra pessoa não lê, não responde, aí você insiste, espera por um tempo, e desiste. Desiste porque o ser humano tem essa pressa de ser atendido. Isso vale para o amor. Quantas vezes não vemos relacionamento fracassados porque as pessoas não tiveram tempo, e aqui, falo ” tempo de qualidade “, umas para as outras? Muitos casais se separam por colocar inúmeras dificuldades diante de suas relações, ou sejam, elas não deram a devida atenção no momento certo, e chegaram os maus momentos, e aquele vínculo afetivo dilacerou[…]

O tempo é mesmo um fator imprescindível para tudo em nossas vidas. Desde os pequenos detalhes que você julga não ter importância, até a “porta fechada”, que é o último grau de nossas dificuldades, que é exatamente, onde você já não tem mais o que recorrer, ele – ” o tempo” – que tanto tenho repetido aqui, faz a diferença.

Por conta do tempo, se fica nervoso, às vezes a flor da pele. Você deixa de acreditar nas pessoas. Às relações de modo geral, ficam difícil de serem administradas. Então, você observa que há tempo partido , desde do que se observa nas escrituras sagradas, até nos mínimos detalhes do dia a dia.

Há tempo para tudo:

. Tempo para plantar

.Tempo para colher

. Tempo para amar

. Tempo para lançar fora

. Tempo para falar com Deus

. Tempo Para suspirar pelo último desejo

Há tempo para manifestar tudo que pensamos, assim como, tempo de recolher as nossas palavras.

O que é quero dizer a você é que os contratempos travam os pinos do relógio. Eu sei que você entenda que essa é uma metáfora

transferência, dinheiro, são coisas que por exemplo, você pode recuperar. Agora o tempo do amor, como diria Vinicius de Moraes:” o tempo do amor é irrecuperável “. Não são as horas, mas o que fazemos dela para que a vida tenha significado.

É impressionante como o tempo é importante para nós Ocidentais. Temos pressa para tudo. Um minuto é precioso, porque nele ganhamos ou perdemos. E por falar em perdas, quantas temos vivido? Um vírus veio para nos mostrar que o tempo é um bem comum. Hoje podemos festejar com aqueles que amamos e amanhã, não mais. Então, aproveite cada segundo, porque às vezes só nos resta o tempo, não quem amamos.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: google. Arte Amazon/ Celso Lobo/ Belém do Pará

Santarém, Pá 10 de dezembro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: