É fácil enfeitar as palavras. Difícil é desembrulhá-las e deixar que estas, possasurtir algum efeito em nós

É fácil enfeitar as palavras. Difícil é desembrulhá-las e deixar que estas, possa surtir algum efeito em nós. É fácil perceber a riqueza , a ‘perola’ de como as palavras são trabalhadas, o jeito de serem colocadas num pedaço de papel e soarem harmonicamente quando lemos. Algumas podem ter diferentes efeitos. Muitas nos acalmam, outras provocam a nossa fúria e tem aquelas que não respontamrespondeixam uma incógnita no ar.

É fácil sublinhar o silêncio, porque este, nos ensina a melhorar mais do que qualquer outra forma de ensinamento. Na maioria das vezes, aprendemos mesmos é sem palavras. Tantas são as situações que corremos atrás delas, tentando organizar as respostas que tanto precisamos, que simplesmente, por não tê-las, deixamos tudo de lado e vamos nos desconstruir dentro dos nossos claustros.

Os problemas sempre fizeram parte do cotidiano humano. Um homem sem problemas, é um homem sem história […], é preciso termos alguma coisa que nos incentive a ir atrás das nossas próprias contribuições para a vida. Mas, também é preciso lembrar que, não devemos deixar com os obstáculos nos limite. É preciso sim, saber viver em harmonia com eles.

Alguns estudiosos afirmam que, metade da nossa vida, se gasta esse tempo precioso, tentando resolver os problemas. Claro, os problemas é uma das características humanas, ninguém foge deles. Mas, às vezes, se perde mais tempo tentando achar o essencial, que simplesmente se esquece de viver aquilo que nos é possível.

Sabemos que parte da busca daquilo que o homem procura, na verdade, torna-se tentativas vãs, porque você no fundo já sabe a resposta, intuitivamente, mas sabe. A questão é que você fica ali, procurando, procurando, ” desembrulhando “, o que as claras permanece há muito tempo. Eu tenho uma admiração profunda por quem não desiste de garimpar por aquilo que acreditar ser a sua felicidade. Não digo que é gente que tenta se boicotar, porque embora seja inútil cavar, a gente sabe que quem faz isso, na verdade, busca pelo êxito. Claro, às vezes cegos pela paixão, mas tem a esperança de encontrar a sua jóia preciosa. Todavia, é preciso lembrar que nem sempre o êxito é possível. Dessa forma, parte de nossas tentativas são inúteis. De repente, alguém poderia dizer que não é inútil, você ir atrás do que deseja, mesmo que não encontre nada. Tudo bem, toda busca nos ensina alguma coisa, nesse sentido sim, não se deixa de aprender algo novo.

Todavia, as pessoas nos julgam pelos os nossos erros. Raramente, reconhecem as nossas conquistas. É mais fácil você despertar a fúria de uma pessoa do que a simpatia. Então, não espere que alguém chegue com você e pergunte ” estás precisando de alguma coisa?”ou ” olha para o horizonte ao invés de olhar para os teus pés!”. É fácil enfeitar as palavras. Difícil é desembrulhá-las e deixar que estas, possam surtir algum efeitos em nós. Ninguém além de mim e de você pode construir algo bom. É preciso coragem para chegar aonde pretendemos.

As respostas que muito queremos, às vezes elas estão guardadas não é nas palavras que valem para o outro, mas nas nossas atitudes. Um incentivo sempre é bom, mas quando ele não existe, não adapte palavras e textos alheios que naquele momento não condizem com a sua história. Respeito o seu tempo, deixe fluir as coisas de modo natural.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Strandugang- Sonnenaufgang ‘ am Horizonte um Scharbentz – Summer Diy

Santarém, Pá 8 de dezembro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “É fácil enfeitar as palavras. Difícil é desembrulhá-las e deixar que estas, possasurtir algum efeito em nós

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: