Amor Próprio

Quando falamos em amor próprio, se costuma relacionar esse termo com a própria dignidade da pessoa. Julgo esse ser o terceiro texto que escrevi a respeito de amor próprio. Não que eu tenha a pretensão de desconstruir qualquer conceito a respeito teses e tema. Mas, afirmo sem medo de pecar que, amor próprio tem muito mais a ver com o nosso estado emocional do que necessariamente o físico.

Parece que muitas pessoas confundem essa questão. E aí, vê-se uma série de definições que, muitas vezes, relaciona amor próprio como uma questão extrema, ou seja, eu quero mostrar que estou bem para os outros, então pelo fato de querer uma atenção instantânea, vamos dizer assim, eu coloco uma roupa sensualizando e colo uma legenda ” Amor Próprio “, o que é completamente errado. Veja, eu não estou afirmando que isto é algo que você não possa fazer. Se você é uma dessas pessoas que fazem e se sente bem, o conselho que dou é: use. De fato, não há exageros nessa forma de se dizer que você se ama, que quer se sentir linda fisicamente. Só que isso é uma capa de ilusão. Sabe por que? Porque na verdade, você mostra uma parte de você, é o ilusório, o externo, é o que as pessoas avaliam e tiram as suas próprias conclusões.

Gente, o que vemos de pessoas reafirmando essa questão do amor próprio de maneira errada, você não tem idéia. Evidente que o vislumbramento é o que conta para alguns. Mas, uma coisa eu digo, isso irá servir para você leva é uma cantada, um elogio e outras coisas a mais, porque são situações que alimenta o ego de qualquer pessoa. Mas, vai durar o que, duas, três, horas? Sim, porque só sendo uma pessoa tola ou mesmo narcisista para viver de elogios, muitos inclusive, com o perdão da palavra, diria até “falsos”. Alongo-me mais, o amor próprio, ele tem uma ligação forte com o seu “bem-estar” interior, e não com o lado externo.

Amor próprio não é trabalhado dessa maneira e vou te dizer o porquê, a questão de se falar tanto em ‘Amor próprio’ é que, a característica maior dele, surge quando você aprende a cuidar melhor de si, é quando você se assume dona dos seus pensamentos, por exemplo. Quando numa relação seja amorosa, ou com pessoas comuns, você não deixa o outro de ludibriar, manipular com palavras que acumuladas com o tempo, causam um desgaste emocional, quer dizer, fere o ser humano. Moça, para você ser essa pessoa tão linda, precisa primeiro, aprender a cuidar de você. Sabe como? Não aceite, ou se acostume com ” pouco”, não se acostume com ” migalhas”, entendeu? Nao se deixe ser maltratada para depois aprender tardiamente, a querer compreender o que é amor próprio. Tem gente que é possível notar que não compreende nada sobre ter amor por si mesma. E na maioria das vezes, o chamar atenção surge muito mais para uma peça de roupa só para dizer ” eu me amo”, do que vermos de fato algum tipo de amor estampada naquela informação. Insisto, amor próprio é antes de mais nada, um bem-estar pessoal. É uma relação afetiva de você com você mesma. Outro exemplo? Amor próprio é algo parecido quando você “arruma a casa”. A organização é interna. Demora, mas o final é mais do que o cansaço, ele te oferece aquela sensação de conforto, porque você conseguiu organizar a parte mais importante que é o lado de dentro das paredes.

Há pessoas por exemplo, que são tão acostumadas conviver com a bagunça que, aos poucos vai sendo consumida por aquilo. Esse é o tipo de pessoa que não aprendeu a primeira regra do amor que nada mais é do que, tê-lo por nós e para nós. Imagine isso numa relação, a pessoa começa a se achar feia, às vezes, deixa que as pessoas digam que ela não é aquela mulher linda, revestida de uma imagem que ela quer vender como se fosse uma dessas modelos capa de revista. Pare com isso, você é linda. Portanto, não se acostume com tratamentos precarios, pobre no sentido da palavra. Veja de onde vem o seu desamparo, pense o que realmente está faltando para que você enxergue beleza em si mesma. Aonde é que você deixa os outros te ferir? É pouco o que você recebe? Olha, não deixe que algumas pessoas abusem de você, não deixe que elas te tratem com falta de respeito. Observe esse tratar, se existem pressupostos para uma relação tóxica, se afaste. Ninguém vive bem diante de uma situação em que nos sentimos o menor dentre todos.

Se você acostuma com o pouco, se abre mão até de se amar, isso é um erro. Não faça isso para agradar a quem. Quantas relações não vemos destruídas por conta de detalhes pequenos? Só que tem pessoas que chegam a um ponto, onde elas não suporta mais porque determinados tratamentos as fere, ou seja, fere a sua dignidade. Lembra que falei a palavra dignidade no início? Pois é, certo dia, você muda. Muda por dentro e por fora[…]. O que você desejar é sobreviver dos escombros? Faça isso, não como vingança porque não vale a pena. Faça porque você acredita que merece algo melhor. Amizade, amor, deixe para ir. A sua felicidade, o teu conforto pessoal é p que conta. Transborde alegria, deixe essa sensação maravilhosa vir de dentro para fora. Nesse caso sim, eu digo que você aprendeu o valor de duas coisas distintas: a primeira, se amar e segunda, se respeitar.

Quer ficar linda, sensual e atraente? Revele isso nos gestos, no sorriso, na maneira de mexer no cabelo e tudo mais. Claro que isso tem uma relação com o charme, mas é um gesto cuidadoso seu. Não tem muito a questão do representar um personagem, a não ser que você seja muito bom. Agora, questão da roupa. Se ao vestir, vista a que te deixa linda,e não ‘vulgarizar’, invista em você. Mas lembre-se: a beleza que realmente chama a atenção de qualquer pessoa é, aquela ligada ao amor próprio, é o seu jeito natural de ser é sorrir porque conta, é o que conta. Desperte o que vem a alma. Como diz a frase da Coco Chanel ” Não é aparência, é a essência.”

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest In-Homem, Studio org Gym/ Personal Trainer

Santarém, Pá 16 de novembro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

8 comentários em “Amor Próprio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: