Tomás Antônio Gonzaga

[…]

Se o Rio levantando me causava,

levando a sementeira, prejuízo,

eu Alegre ficava, apenas via

na tua breve boca um ar de riso.

Tudo agora perdi; nem tenho o gosto

de ver-te ao menos compassivo o rosto.

……………………………………………………………..

Ah! minha bela, se a fortuna volta,

Se o bem, que já perdi, alcanço e provo

Por essas brancas mãos, por essas faces

te juro renascer um homem novo,

romper a nuvem que os meus olhos cerra,

amar no céu a Jove e a ti na terra!”

( In: Antonio Candido e José A. Castello. Presença da literatura brasileira. São Paulo: Difel, 1976. v. 1, p. 165 – 6). Literatura brasileira: 5 ed reform. Atual. São Paulo, 2013

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Ludwig Richter. Shepherd and Shepherdess in a German Iandscape. 1844/ the Bridgeman Art library/ Glow. Imagem/ Kunstsmuseum, Dusseldorf, Geemany. ( Arquivo pessoal)

Santarém, 14 de novembro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: