Os lusíadas

Porém já cinco sóis eram passados

Que dali nos partíramos, cortando

Os mares nunca de outrem nevegados,

Prosperamente os ventos assombrando,

Quando a noite, estando descuidos

Na cortadora proa vigiando,

Ua nuvem, que os ares escurece,

Sobre nossas cabeças aparece.

Tão temerosa vinha e carregada,

Que pôs nos corações um grande medo.

Bramido, o negro mar de longe branda,

Como se fosse em vão nalgum rochedo.

” O Potestade – disse-me sublimação,

Que ameaço divino ou que segredo

Este clima e este mar nos apresenta,

Que mor cousa parece tormenta?”

Não acabava, quando ua figura

Se nos mostra no ar, robusta e válida,

De disforme e grandíssima estatura,

O rosto carregado, a barba esquálida,

Os olhos encovados, e a postura

Medonha e má, é a cor terrena e pálida,

Cheios de terra e crespos os cabelos,

A boca negra, os dentes amarelos.

Tão grande era de membros, que bem posso

Certificar-te que era o segundo

De Rodes estranhíssimo Colosso,

Que um dos sete milagres foi do mundo.

C’um tom de voz nos fala horrendo e grosso,

Que apareceu sair do mar profundo.

Arrepiam-se as carnes e o cabelo

A mim es todos, só de ouvi -lo e vê-lo.

E disse: – ” O gente oúsada, mais que quantas

No mundo cometeram grandes cousas,

Tu, que por guerras cruas, tais e tantas,

E por trabalhos vãos nunca repousas,

Pois os vedados términos quadrantas

E navegar meus longos mares ousas,

Que eu tanto tempo há já que guardo e tenho,

Nunca arados de estranho ou próprio lenho;

[…]

” Aqui espero tomar, se não me engano,

De quem me descobriu suma vingança;

De vossas pertinace confiança,

Antes em vossas naus vereis cada ano,

Se é verdade o que meu juízo alcança,

Náufragos, perdições de toda sorte,

Que o menor mal de todos seja a morte.

Os lusíadas. O gigante Adamastor. Literatura brasileira. William Cereja e Thereza Cochar. 5 ed reform. Atual. São Paulo, 2013

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: O gigante Adamastor, na interpretação de Lima de Freitas ( arquivo pessoal)

Santarém, Pá 7 de novembro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: