Cecília Meireles

Ó grandes oportunistas,

sobre o papel debruçados,

que calculais mundo e vida

em contos, doblas, cruzados,

que traçais vastas rubricas

e sinais entrelaçados,

com altas penas esguias

embebidas em pecados!

Ó personagens solenes

que arrastais os apelidos

como pavões auriverdes

seus rutilantes vestidos,

todo esse poder que tendes

confunde os vossos sentidos:

a glória, que animais, é desses

que por vós são perseguidos.

Levantai- vos dessas mesas,

saí das vossas molduras,

vede que masmorras negras,

que fortaleza seguras,

que duro peso de algemas

que profundas sepulturas

nascidas de vossas penas,

de vossas assinaturas!

Considerado no mistério

dos.

Considerai no mistério

dos humanos desatinos,

e no polo sempre incerto

dos homens e dos desatinos!

Por sentenças, por decretos,

pereciveis divinos:

e hoje sois, no tempo eterno,

como ilustres assassinos.

Ó soberbos titulares,

tão desdenhosos e altivos!

Por fictícia austeridade,

vãs razões, falsos motivos,

inutilmente matastes:

vossos mortos são mais vivos;

e, sobre vós, de longe, abrem

gandes olhos pensativos.

Cecília Meireles. Romance LXXX ou Dos ilustres assassinos. Romanceiro Da Inconfidência.. Organização: André Seffrin. 13 edição. Global. São Paulo, 2015

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: arquivo pessoal / VEM comigo!

Santarém, Pá 21 de outubro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: