O mundo independe da vontade humana

O mundo independe da vontade humana. Porém, todos nós dependemos de suas leis, sejam elas física, química e biológicas. Em relação a estas, somos convidados a mergulhar no profundo, para conhecer os nossos próprios limites. Isso inclui possuir o controle da ansiedade, ter habilidades que facilitem evoluirmos nesse processo de adaptação humana, como saber lidar principalmente com perdas, rejeições, solidão e outros. O ser humano precisa ter essa capacidade de superar os desafios através das construções intelectuais.

Antes de qualquer situação, eu digo que nós enquanto pessoas, precisamos aprender a conviver uma com pessoas. Talvez, o maior segredo disso, seja ter em mente estrategias que nos possibilitem refletir acerca de projetos que nos permita construir uma relação fraterna, onde se possa enxergar a vida, o momento, as necessidades das pessoas através do sentimento de solidariedade. Como se costuma dizer ‘ ser uma pessoa de valor, ‘ter caráter’, e não ser alguém que só enxerga a si mesmo, que tem gestos desumanos, violento em suas reações.

O ser humano na sua maioria, ele é constituído de superficialidade, por isso há muitas falhas. Ele só melhora enquanto pessoa, quanto passa ” polir”, a si mesmo. A não agir como um inconsequente. É no ” dosar” das coisas que ele começa ter ciência das faltas. Quando se deixa o superficialismo, se adquire habilidade para corrigir uma série de erros. É quando surge a mudança corportamental, também surge a autocrítica.

[…], Nós só enxergamos o outro através das nossas próprias ” feridas”, vamos dizer assim. Só abraçamos um leproso depois de identificar parte do sofrimento dele em nós. Enquanto não houver esse reconhecimento, somos indiferentes. Muitas vezes, passamos ao lado, rimos, cuspimos por nojo, mas quando o mundo nos convida a um giro de 360° graus […], temos não mais um leproso e sim, um ser humano que necessita de ajuda, compreende? Pode-se dizer que neste caso, não predomina mais o sentimento de indiferença. É a “pausa serena da vida”, servindo para nos ensina alguma coisa. Isso é bonito, porque mostra o valor de uma relação paralela ou seja, observa humano no mesmo patamar.

Há uma complexidade no ato de se viver, de interagir, de construir relacionamentos. O ser humano precisa compreender a si, para só depois compreender as necessidades do outro. É no rombo emocional que a maioria das vezes, nos encontramos. Nele ninguém viola ou se esconde, pensa diferente, subjuga ou excluí. Nesse sentido é que andamos nos mesmos caminhos, porque se compreende os solos áridos.

Eu acho maravilhoso como o ‘estéril’ nos ensina. Nele não se aprende o conceito de radicalismo, mas humildade. Nesse campo se compreende o conceito de pequenez, e aí, é que surge a questão maior pois até o mais célebre pensador por vezes é convidado a conhecer essa terra seca e praticar o autodiago consigo mesmo.

Quando nos tornamos consciência, se atinge o campo da sabedoria. Mas, não uma sabedoria pautada num conhecimento primário, essas pessoas não entendem nada, embora se julguem conhecedoras de alguma coisa. Eu falo do saber que transforma que oferece as ferramentas necessárias para sermos horizontes da inteligência: o ‘autoconhecimento’ como ferramenta nessa prática de solidariedade e ajuda que inspira, faz adeptos…

A vida é maravilhosa para que quem desejar sempre aprender e significativa para quem não se cansa de ensinar.

Que estejamos sempre dispostos aprender coisas novas…independentemente do processo evolutivo de cada um .

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Marii Freire Pereira

Santarém, 13 de outubro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: