Pablo Neruda

Todos me perguntaban cuándo parto,

cuándo me voy. Aí parecer

que uno hubiera sellado em silencio

un contrato terrible:

irse de cualquer modo a alguna parte

aunque no quiera firme a ningún lado.

Señores, no me voy,

yo soy de Iquique,

soy de las vinãs negra de Parral,

del água de Temuco,

de la tierra delgada,

soy y estoy

Pablo Neruda. [ TODOS ME PREGUNTABAN]. Ultimos poemas. ( O Mar eE os sinos). Edição bilíngue. Luiz de Miranda. L& PMCLASSICOSMODERNOS. Porto Alegre, 2018

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Hienas Dicas, Viagem Inteligente.

Santarém, Pá 10 de outubro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: