Eça de Queiroz

[…]

O Romantismo era a apoteose do sentimento; o realismo é a autonomia do caráter. É a crítica do homem. É a arte que nos pinta a nossos próprios olhos – para nos conhecemos, para que saibamos se somos verdadeiros ou falsos, para condenarmos o que houve de mau na sociedade. “

Eça de Queiroz.

Literatura brasileira: William Cereja e Thereza Cochar. São Paulo, 2013

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. El país

Santarém, Pá 2 de setembro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

%d blogueiros gostam disto: