VEM comigo!

A ” Gioconda” de Da Vinci, tem um sorriso indecifrável, ou ” ardiloso ” como diria o Carlos Drummond de Andrade em uma poema feito a respeito dessa obra renascentista.

Bem, nem sempre é possível decifrar o há por trás de um sorriso. Às vezes, tem-se mais uma mensagem confusa do que detalhes claros sobre aquilo que uma pessoa tenta dizer através de um sorriso.

Às vezes, existe uma violência sólida, concreta atrás de uma aparência enigmática. De modo geral, as pessoas costumam esconder algum detalhe do que mostrar, ou seja, denunciar as suas próprias contradições. Algumas têm a tendência em querer suavizar o momento. Mas, a maioria nega. Já tem aquelas que o riso é comparado a vales férteis, é prazeroso, sincero, atraente, porque não falar assim?! ‘Suavizado’. Existe também a coisa da pureza. Isso é nobre, é uma riqueza a quem ver, ganha, porque se percebe que aquele gesto é cheio de entrega. Todavia, os disfarçados, não.

Uma coisa que também é importante falar, e não se comentou, é a respeito do olhar. O próprio Da Vinci, acreditava que só através da visão, ou seja, do gesto de olhar, poderíamos exttair a realidade de uma pessoa, porque o fundo dos olhos revela a condição do ser humano. Se você costuma olhar alguém sem desviar a atenção, isso ajuda aprimorar a sua consciência sobre ela, sem que para tal, a pessa use de subterfúgios, ‘fuja’, na maioria das vezes. Se no ato de olhar, você percebe que a pessoa mantém uma postura firme, correspondente ao seu gastou, a sua ação, então há ali uma clara demonstração de autenticidade.

Nos, seres humanos, temos reações distintas. Embora, se possa pensar em muita coisa ao mesmo tempo, nem tudo aquilo que você pensa, manifesta. Ou manifesta com atitudes que tentam manipular a interpretação do outro. Às vezes, na tentativa de querer censurar um rancor, você coloca uma opinião disfarçada no cantinho da boca. Algo quase como um repouso, e aí se você souber desvendar a mensagem contida, é um desbravador de sorrisos. Mas do contrário, não enxergará o equívoco nunca.

Dizem que arrogância ofende até a liberdade de um sorriso. Melhor mesmo é sorrimos na pureza do que a alma esconde. Detalhe: ‘sem que os outros deixem cair sobre nós, os resquícios de suas maldades’.

Ah!…Que só sejamos capazes de atrair coisas boas, e sorte para disparar o peito …na direção daquilo que [ainda], dorme…em nós.

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem: Pinterest. Rei da Verdade

Santarém, Pá 22 de agosto de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “VEM comigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: