Nada mais é como era Antigamente

No auge da tecnologia, descobri que esse título pertence a uma letra do Legião urbana. Todavia, eu não tive como abrir mão dele por acreditar que seria interessante aproveitá-lo ao que pretendo escrever.

” Nada é como era antigamente “, o título é próprio demais para falar a respeito das correspondências de antigamente. Lembro-me como se fosse hoje, minha avó escrevendo em seu bloco de anotações no final de tarde de cada domingo. Ela tinha uma letra graúda, marcante, linda por sinal, inclusive ficou guardado em minha memória. E não por nada não, mas escrevo bem parecido a grafia dela. Sorte minha por ter conquistado algo que admirava nela.

A arte de escrever à mão , é hoje uma rotina ultrapassada. Celulares e computadores, fizeram com que a comunicação pudesse ser visto em tempo real. Minha avó, leva um mês para receber uma carta. Hoje a comunicação é instantânea. Você envia uma mensagem e em fração de segundos, a outra pessoa tem ela na tela de um aparelho. Com isso, você entende que a comunicação ficou rápida, porém ‘ fria’. Antigamente, as pessoas tinham mais gosto por escrever, até mesmos os especialistas afirma que escrever à mão favorece o cérebro nesse processo de aprendizagem. O computador em si, é capaz de estimular, mas não permite chegar ao mesmo nível de desenvolvimento de benefícios que isso proporciona ao cérebro, ou seja, a escrita à mão continua sendo um caminho a ser percorrido. Evidente que este, passará pela resistência. Mas quer um exemplo, de como escrever à mão é algo bom para você? De acordo com o artigo publicado pelo ” The Journal of Learning Disabilities”. Escrever algo manualmente faz com que o seu cérebro tenha mais atenção sobre o que você escreve”. A pessoa é capaz de administrar melhor as suas idéias e projetos.

Escrever à mão é uma arte que, além de outros benefícios, propõe a você, a meditação, a concentração no que você precisar dizer com clareza absoluta. Veja, antigamente, as cartas de amor, tinha flores, folhas que se deixava guardas dentro de uma página qualquer de um livro até que elas ganhassem o formato ideal, inclusive o emocional. Às mulheres recorriam a essas estratégias para que o conteúdo daquilo que elas queriam mandar para alguém fosse mais interessante.

Algumas cartas tinham cheiro de flores ou como disse antes, folhas, pequenos ramos e tudo mais. Então, não era só uma carta qualquer. Era a manifestação de um prazer, carinho e cuidado para quem elas eram endereçadas.

Eu, apesar da facilidade que a tecnologia nos trouxe, digo que muito do que se perdeu, foi junto com essa perda, aquilo que chamamos de valor afetivo. Os degraus do que construímos, aos poucos foram sendo substituídos pelo moderno, mas algo sem ” afeição “. Claro, a forma de comunicação é rápida. Todavia, sem autenticidade. Às vezes, na escrita rápida, você identificar o erro da pessoa, mas não tem a capacidade, melhor: a ‘sensibilidade’ de compreender o que ela queria passar, e aí, você acaba censurando sem enxergar o que a pessoa pretendia transmitir naquele ato.

Escrever à mão é uma técnica ultrapassada, porém, uma forma prazerosa de comunicar ao outro o que se deseja só que, com um detalhe íntimo. Se você gosta de escrever dessa forma, continue. Se você gosta de uma solução rápida, aproveitei as oportunidades que a tecnologia permite hoje. Todavia, continue deixando os seus pensamentos enriquecer o mundo.

Desejo a você grandes inspirações !

Marii Freire Pereira

https://pensamentos.me/ VEM comigo!

Imagem:Pinterest. Style Me Pretty

Santarém, Pá 21 de agosto de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: