O valor de ser verdadeiro consigo mesmo

Depois de algum tempo se percebe que para ser feliz, não é preciso muito, mas sim, o significado daquilo que verdadeiro para nós. O significado da palavra ” verdade “, em nossas vidas tem um peso enorme, porque é ela que nos impulsiona a ir em busca do que queremos.

Aos poucos vamos aprendendo criticar a postura submissa que temos diante da vida, diante do amor, dos acontecimentos que diminuem ou dá um certo volume a coisas que se você analisar direito, nem faz tanto sentido assim. Mas que às vezes, elas estão ali, porque as colocamos, porque demos uma importância a qual não tinha, mas deixamos lá, acumulando, tomando espaço que deveriam ser de algo novo para nós. No entanto, são entulhos velhos que nos aprisiona, que faz com que a nossa consciência não procure construir novos pensamentos novos e assim, ajude-nos sair daquela prisão. Sim, prisão porque a mente humana quando não bem administrada, ela nos prende num lugar igual ao cárcere medieval. Alguém lembra de como eram as prisões medievais, não que as de hoje sejam melhores, não é isso. Falo em relação a miséria que ela nos coloca, e muitos de nós, aceita por não saber como líder com as suas próprias mazelas.

“É preciso coragem deixar de lado o que dilacera a vida, a nossa vida”.

[…]

Esse processo de romper com que causa o nosso desequilíbrio interior, é importante, porque uma vez, sendo capaz de sair nossas masmorras, o (que nos controla), se deixa de ter essa postura gentil com as nossas inseguranças e assim, passa a se correr o risco de enfrentar a vida sem medo dos fracassos. De repente, tem-se mais confiança e a segurança para sermos aquilo que se espera ser…futuramente. todavia, esse é um processo dolorido. Mas, necessário porque a partir dele, podemos conquistar a tranquilidade e assim ter novas inspirações, ou seja voltar a sonhar.

Apesar dos inúmeros percalços, você aprende a ser um ser humano melhor, ser uma pessoa inclusive, mais atenciosa. Naturalmente ” seleto” na qualidade daquilo que escolhe ter. Não é que antes, você não fosse, é que por não haver o conhecimento necessário, você não sabia lidar com os seus conflitos. Mas com o tempo, as cascas vão caindo e aos poucos, vai-se percebendo a preciosidade que existe debaixo delas.

[…]

É impressionante como a mente muda, nos tornamos pessoas maduras, damos valor aos pequenos detalhes, queremos abraços, beijos e amor(res) verdadeiros. Passamos nutrir o ” eu” com o que importa para a nossa felicidade. De repente, já não existe a necessidade de agradar todo mundo, de correr aqui e ali, para tentar alcançar pequenas recompensas. Depois dos 40 anos então, a vida flui com uma naturalidade.

” Depois dos 40 anos, nos pegamos com o insubstituível, com o que nos agrega valor”.

É o momento em que de fato, quando você se ama, passar a não desejar platéia. Aprende a fazer as pazes com o tempo e os seus sinais. As rugas, são histórias mudas, mas que se você passar o dedo em cima, e elas se abrem como numa tentativa de fazer com que se regresse a um tempo em que você se recusa. Mas, respeita, porque entende que ele foi necessário. Agora, postura submissa? Não mais! Nós, aos poucos vamos aprendendo que tudo depende da importância que damos, inclusive as nossas crises. Há ditado que diz que erra muito…cresce demais. Que você possa crescer…também!

Atitude é uma ação importante dentro desse processo de transformação do ser humano. Não existe algo que possa definir bem essa fase de transformação que todos passamos. A verdade é que ninguém escolhe sofrer, mas a medida em que amadurecemos, deixamos de nos torturar por isso e por aquilo, para raciocinar. Deixa-se de discussar sobre felicidade e começa produzir respostas ricas a respeito do valor que isso tem diante da vida. Chega um momento que a gente nem pensa nas inimizades, em quem nos feriu, não foi leal, na perda do trabalho que tanto se desejou, no amor que nao deu certo, e várias outras situações. Quando esse momento acontece, você é um ser humano pronto, não depende de nada ou de ninguém para ser feliz…simplesmente…opta por ser!

Marii Freire Pereira

Imagem: Pinterest. adashofdetails.com

Santarém, Pá 4 de agosto de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: