Renato Teixeira

” É de laço e de pó

O destino de um só

Feito eu perdido em pensamentos

Sobre o meu cavalo

É de laço é de nó

De gibeira o jiló

Dessa vida, cumprida a sol

Sou caipira pirapora

Nossa Senhora de Aparecida

Ilumina a mina escura

E funda o trem da minha vida

o meu pai foi peão

Minha mãe solidão

Meus irmãos

Perderam- se na vida

A custa de aventuras

Descasei, joguei

Investi, desisti

Se há sorte

Eu não sei

Nunca vi

Me disseram porém

Que eu viesse aqui

Prá pedir de romaria e prece

Paz nos desaventos

Como eu não sei rezar

Só queria mostrar

Meu olhar, meu olhar,

Meu olhar…

Renato Teixeira, Romaria

Fonte: Musixmatch

Marii Freire Pereira

VEM comigo!

Imagem: Pinterest. deborando

Santarém, 29 de Julho de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: