Álvares de Azevedo

” Se uma lágrima as pálpebras me inunda,

Se um suspiro nos seios treme ainda,

É pela virgem que sonhei…que nunca

Aos lábios me encostou a face linda!

Só tu à mocidade sonhadora

Do pálido poeta deste flores…

Se viveu, foi por ti! e de esperança

De na vida gozar de teus amores.

Beijarei a verdade Santa e nua,

Verei cristalizar- se o sonho amigo…

Ó minha virgem dos berrantes sonhos,

Filha do céu, eu vou amar contigo!..”

Álvares de Azevedo. Lembrança de morrer. ( In: Álvares de Azevedo, cit, p.28- 9)

Literatura brasileira: William Cereja e Thereza Cochar. Atual, são Paulo. 2013

VEM comigo!

Marii Freire Pereira

Imagem: Pinterest. Heart.It

Santarém, Pá 15 de Julho de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: