Por que as pessoas costumam mentir com frequência?

Por que as pessoas mentem com uma certa frequência? Quando digo as pessoas, também estou dizendo que nos dois: ‘eu e você’ estamos presentes nessa questão. Ora, às pessoas mentem para conseguir obter de forma repentina o resultado de suas pretensões, o que jamais ocorreria, se elas falassem a verdade. Portanto, é medo da reação negativa que na maioria das vezes, às fazem mentir

Quem mente, mente por um motivo que é tirar proveito de uma situação. Às vezes, ocorre que o motivou dessa mentira, nem é algo grave, mas por fato de existir um certo receio, a pessoa mente.

“A pessoa que mente, ela age ciente do que faz. Ela não se coloca no lugar de quem perde, pelo contrário, diante de uma situação que comporta a mentira, só se projeta os ganhos. Na verdade, eu costumo dizer que é um ganho com ” prazo de validade “, porque uma hora, querendo ou não, é preciso falar a verdade.”

É possível justificar uma mentira? Depende. Se existe o foco de uma tensão de modo que isso seja extremamente grave, sim é possível. Eu posso mentir e lá na frente querer corrigir isso. A ” via” pode ser dolorosa, mas se o fato, que me fez mentir é algo que me incomoda, ou seja, não está de acordo com a minha índole, e o meu desejo é ser inteiro ( a) diante daquelas situação que precisei mentir, então não me resta outra alternativa senão, ter uma atitude genuína diante de quem obtive um ” ganho traiçoeiro “. A verdade é que até os psicopatas têm o desejo de mudar. Mas que fique claro, o ‘desejo’ em si. Agora mudar é outra realidade. O fato é que a mentira sempre trás decepção. E ela não nasce de agora, até Judas decepcionou Jesus ao expor a sua traição.

O ser humano não é diferente. Ele age conforme as suas necessidades. O grande problema, dar-se pelo fato de existirem pessoas que mentem tanto que é difícil conviver com aquilo que não sabem gerenciar a respeito de suas vidas.

É possível ser tolerante e ao mesmo generoso com que nos mente? Se até Jesus foi, quem somos nós, para dizer não?! Acredito que, dependendo do grau de importância que a pessoa tenha em nossas vidas, é possível. Agora, têm quem não tolere a mentira aqui, mas lá na frente, encontre alguém que minta com tanta perfeição, que sim, essa mentira entra ‘ aveludada’. A verdade humana nunca é pura, mas acredito é preciso saber dosar cada situação com o cuido que ela merece. Se você é do tipo que não comete ou mesmo, admite falhas inadmissíveis, procure ser mais flexível, porque perfeito, só o Criador.

A verdade é que existem limites que devem ser respeitados. Todo ser humano gosta de ter uma ligação de confiança como outro. O problema é que nem sempre isso é possível. Muitas relações, seja, amor, amizade, trabalho e outras, acabam quando se extrapola esses limites. Mentir é sempre uma questão de escolha. A única coisa que ela macula imediatamente é a sua reputação. Se você enxerga numa oportunidade a ocasião ideal de mentir, você pode. Agora, não deve esbravejar quando vier se tornar uma vítima daquilo que em outra ocasião, você não viu problema nenhum.

“Em relação a mentira, nós somos vítimas e vilões. A verdade é que ninguém é totalmente inseto da mentira…”

Qualquer pessoa pode mentir por necessidade, assim como, por falha no caráter. Mas, se você é do tipo que não se amedronta e prefir falar a verdade. Isso é ótimo. Poucos são os que agem dessa maneira. Assumir uma postura firme depende muito do processo de formação do caráter de cada um.

Há um ditado popular que diz que a ‘ mentira tem pernas curtas’. Tem. Um dia ou você a reconhece ou a esperteza aparece. Se ela aparecer fique ciente que as decepções nos abandonam à medida em que as evitamos. Se você cativá-las, elas lhe farão companhia. Portanto, evite os pequenos desvios da vida, melhor: não tome caminhos secundários porque em geral, estes, nos conduz a um final cheio de lamentações. Procure ser honesto mesmo diante do que machuca, assim, nunca viverás em cativeiros oriundo de suas ações.

[…]

O que desejo dizer a você é o seguinte: procure errar menos para viver de modo pleno consigo mesmo (a). Às vezes, a vida esfacela e não compreendemos o porquê. O porque muitas vezes cabe num pequeno detalhe. ” O choro não pleiteia com a desculpa, o sonho de criança que nos temos”. Eu inseri a palavra criança justamente no final desse texto porque elas não inventam desculpas, mas falam a verdade.

Marii Freire Pereira

Imagem: SignificadodossonhosOline

Santarém, Pá 11 de Julho de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: