Desistir é coisa de quem não sabe se decifrar

A maior dificuldade do ser humano é saber lidar com aquilo que lhe desafia, o que o deixa irritadiço, o que causa angústia e a sensação de impotência. A impressão que temos na hora da autoavaliação é que somos nossos maiores inimigos. Por que digo isso? Porque diante de uma ‘ mesa-redonda’, digo ao expor as nossas misérias, as nossas fragilidades diante de nós mesmo, a gente se acovarda. E mais, querendo ou não, acabamos mudando até de planos, menos de consciência.

Às vezes, a nossa ansiedade para conquistar algo é tão profunda que ao tropeçar, uma, duas, três vezes, desistimos. Não é assombroso? Mas é isso o que acontece. Grande parte das pessoas, não sabem lidar com as perdas. Elas, se abandonam ou abandonam os seus objetivos, porque não conseguem enfrentar as dificuldades.

Perder nem sempre é fácil, mas o segredo de ser merecedor de algo, ou mesmo, de subir ao pódio, é exatamente este, ou seja, suportar as contrariedades, porque são elas que nos norteiam, principalmente Quando estamos sozinhos. Geralmente, choramos, dizemos que há um medo que não nos deixa ir adiante, e tudo vai acontecendo assim, causando uma inquietação dentro de nós. Simplesmente, não conseguimos refletir. O raciocínio fica comprometido por conta de pensamento embaraçosos.

É um momento em que, geralmente se fica tenso (a), se sentido injustiçado (a) detesta barulho, quer ficar quieto (a), são coisas comuns. O medo é a resposta negativa do nosso comportamento ‘ retraído ‘. O medo nos paralisa, impede de andar. Todavia, existe uma forma de reagimos a ele, que avaliando o que precisa ser mudado. Em geral, uma atitude sábia é aquela que procurar novas respostas. Claro, que no meio dessa confusão, nesse “emaranhado de pensamentos”, a autocrítica é inevitável. Mas, não a que nos deixa pra baixo, Mas aquela que me direciona ao criativo. Na verdade, todos nós, temos problemas, alguns msis, outros menos. O que determina o sucesso é a forma de lidar com as dificuldades.

Uma pessoa que não sabe se decifrar, ela sempre terá muitas dificuldades. Mas, a partir do momento em que desenvolver o hábito de ter uma atitude mais generosa consigo mesmo, tendo paciência, o que é fundamental, mudando as estratégias, a forma de pensar, tudo isso é muito bom. Primeiro, porque se aprende a enfrentar os problemas de um jeito saudável. E segundo, porque você tem o controle diante de qualquer gesto de mudança. Você não irá sofrer como antes.

Um dos maiores problemas em nossas vida é ter atitudes ingênuas, ou acreditar que tudo nos virá fácil, e que não precisamos nos esforçar. Claro, muitas pessoas têm sorte. Eu costumo dizer que tem sorte porque não precisam se esforça tanto para conquistar os seus objetivos. E acredito que o gosto da conquista, ele só é maior, ou seja, é valoroso, quando há essa exigência, porque quando se tem a capacidade de meditar, reagir e tolerar, é que se conquista o equilíbrio. Isso vale até quando alguém ‘se sai’ melhor do que nós. Se sou capaz de suportar o sucesso do outro, mesmo quando ele conquista o que eu gostaria, é bom. Bom porque também se ganha…em experiência, porque pode até parecer estranho, mas saber reagir diante dessas situações, nos faz mais sábios, coerentes, capazes de assumir o controle de tudo diante da vida.

Nós seres humanos, estamos sempre nos superando. As perdas são boas, porque nos faz despertar para uma realidade nunca imaginável. Às vezes, o chão nos ensina uma lição que nunca aprenderíamos se estivéssemos por cima, digo vivendo dentro de uma situação de vantagem. É importante que se aprenda desde cedo, o valor de não desistir daquilo que queremos, e que só se chega a algum lugar através d e uma atitude de teimosia, não de repetir os mesmos erros, mas de sermos criativos, resilientes…só assim..somos capazes.

Marii Freire Pereira

Imagem: Canstockphoto.com.br

Santarém, Pá 23 de junho de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

4 comentários em “Desistir é coisa de quem não sabe se decifrar

  1. Um raciocínio lógico de qualquer ponto de vista. O medo é o nosso pior inimigo para progredir na vida. Você está certo quando diz que precisamos conhecê-lo para vencê-lo.
    Só então teremos qualidade de vida.
    Uma leitura edificante. Bem por ti. Você tem um artigo maravilhoso. Gosto de estar no seu blog.
    Manuel

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: