Tempo

Por “distração ”

A sorte me trouxe

Alguns minutos de esperança.

Ela foi generosa. O ato de distrair,

Livrou-me da solidão.

Não que não goste

Mas, tropecei no tempo

Perdi a data

Mas o que importa?

O calendário, é só um detalhe

Os números não têm importância

Não há susto, mas riso. De repente, eu

estou aqui, parada no tempo

Vendo ‘passarinho cintilante…’

Lendo um poema de amor,

Comendo chocolate, sem esconder

a felicidade que sinto.

Apesar de saber que estou em déficit com os ponteiros

[…] eu não peço nada além do que alguns segundos a mais!..

“Uma fração! “

Ah! Se o relógio me conceder, vou explodir

de felicidade.

Serei capaz de fechar os olhos

E habitar no imaginário – e nunca me

esquecer

do sorriso

do carinho

da canção que emana da alma.

Eu sei que o tempo é amigo

E só vai valer o agora.

Portanto,

Se a sorte me sorrir, por que não abraçá-la?

De uma hora para outra

Tudo muda.

Viverei o agora!

Marii Freire Pereira

Imagem: Pinterest. Absintominuto.pt

Santarém, Pá 16 de junho de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: