Relacionamentos fadados ao fracasso

Quantas vezes, vemos pessoas patinando em relacionamentos que estão fracassados? Suponho que inúmeras. Claro, o amor é um sentimento nobre e deve ser assistido até as últimas conseqüências. Todavia, há quem ame tanto, ame em excesso que simplesmente, se recusa enxerga todas as coordenadas que o outro está dando para que ele ou ela veja que naquela relação que só um luta, só um quer estar junto em todas as situações. Na maioria dos casos, outra pessoa, já se foi faz tempo, mas o fato de querer levar o amor as últimas conseqüências, faz com que aquele, e aqui, é ” aquela”, porque é a mulher que mais se doa na relação vá sobrevivendo de migalhas .

É impressionante contabilizar a quantidade de relacionamentos fracassados. E a maioria deles, sustentados por mulheres. Mulheres que amam demais. São elas que carregam sozinhas o peso do abandono de seus maridos, namorados, amantes e outros. Essas mulheres na tentativa louca de salvar as suas relações acreditam em tudo, até nas piores mentiras que os homens falam para justificar as suas faltas. Isso quando, não fazem uso do estelionato emocional, para tentar passar as suas companheiras a culpa que elas não têm.

É uma estória diferente todos dias, ou simplesmente se calam na tentativa de não produzir provas contra si. Esses homens destroem a vida dessas mulheres, e a deles também, porque numa relação à três, todos sofrem. Querendo ou não, as partes que vivem uma relação fadada ao fracasso, tem culpa. A situação mais comum dar-se, pelo excesso de discussões, pelas ausências injustificadas, às vezes, pelo festival de mentiras deslavadas. E o mais comum, filhos. É natural que dependendo de cada caso, se tenha filhos dentro dessas relações que nascem e vão sofrer as mesmas negligências por parte dos país.

Há quem diga que entrar numa relação é mais fácil que sair dela. Isso é indiscutível. Ao entrar numa relação, não há comprometimento com a outra pessoa. Isso vem com o tempo, com o valor agregado dentro dessa relação, com as promessas, juras de amor, com os planos que se sonha à dois, mas que nem sempre é executado por conta de um dos parceiros já não compartilhar respeito pelos mesmos interesses. Além daquilo que já foi dito a respeito dos filhos. Mas, quando se trata de interesse pessoal, até o filho fica de lado. Todavia, estes, são os que mais sentem.

Relacionamento é algo para ser pensado e não apenas vivido com o a maioria faz. Claro, lembrando que ninguém é obrigado viver com que não queira, não é isso. O amor é para ser vivido de todas as formas, desde que, não vire bagunça. Desde que, você não use as pessoas. Não, o amor é para ser compartilhado, somado. Deve ser uma experiência boa para todos.

[…]

Acontece na maioria dos casos, é que muitos casais, se relacionam, pondo o interesse do sexo acima dos sentimentos. Há pessoas que simplesmente, não se importam com as outras. Elas gostam da performance sexual do parceiro, e isso não é bom, porque machuca o outro. Nesses casos, ela sente falta do sexo. Geralmente, procura o outro quando quer, quando não interessa, dar aquele ” stand-by ” na pessoa. Passado alguns dias, meses até, o ser em questão, vem cheio de amor querendo dar e receber, a mulher por sua vez, achando que ele quer manter um relacionamento amoroso sério, entregasse aos apelos emocionais de quem diz amar. E assim, entre absurdos injustificáveis, mágoas e juras de amor, vive-se uma relação conturbada. Tendo aí, as piores experiências acerca do amor.

Amor não acontece dessa forma, portanto tenha cuido ao entrar numa relação porque tudo é uma questão de bom senso, inclusive no amor. Desejo sorte a todos!

Marii Freire Pereira

Imagem: Google

Santarém, Pá 19 de maio de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Relacionamentos fadados ao fracasso

    1. Esse é um olhar mais adiante. Mas, somar a forma de como as famílias foram formadas historicamente. Qual era o papel da mulher, o que lhes cabiam ou não. A própria questão atrelada as relações extramatrimoniais é algo que dar-nos nos uma visão mais ampla acerca disto. Acredito que , a mulher hoje, ela tem uma autonomia maior, esteja ciente. Todavia, muitas ainda, vivem todo esse dissabor dentro das relações.

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: