Estações

O tempo não pára

O tempo não muda

Se você não der os passos em direção ao que deseja, nada acontece.

As estações continuam as mesmas

Por isso, não tenha medo das mudanças Escolha aquilo que faz o seu coração vibrar

Aquilo que faz ele bater mais forte

Vamos, pouco a pouco você consegue

Não tenhas medo

Meu amor, na vida

Molda-se tudo!

Molda-se o Cristal

O beijo…

Muda -se até as prioridades para se ganhar tempo

A expectativa enquanto se toma um café

Compreenda,

Calados somos labirintos

Difícil é não nos perdemos dentro dos pensamentos…

Fingir alegria

Cuspir amor

Passar os dedos no rosto para encobrir as lágrimas

Tudo isso, se faz

Nós só não disfarçamos a fome…

Fome de vida

Ela é o grito

No meio da solidão

Escute o seu silêncio

Ouça o que ele tem a dizer

Quer me contar?

Vamos, divida- o comigo!

Talvez pareça loucura

Mas

O que quero te dizer é: ” olhe a vida pelo avesso”, há uma necessidade que precisa ser preenchida

Não é a miséria do pão…

Tens fome, mas é de amor.

Por camaradagem, enamore-se!

Quer saber qual é o gosto do amor? Sirva-se dele.

Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 17 de maio de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

6 comentários em “Estações

    1. As vezes, queremos demais sem estarmos dispostos a pagar o preço. Mas, se não fizermos por onde ser merecedores nunca seremos dignos daquilo que queremos. Nada se move …
      …somos nós que devemos andar em direção ao que queremos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: