Seja você mesmo

Você acha que ser você mesmo é pensar e falar tudo o que deve? Não. Ser você mesmo é uma tarefa árdua, porque implica em saber se comportar perante a si mesmo, e o mais importante, perante os outros.

Engana-se quem pensa que, ser a gente mesmo, sem ter que fazer uso de subterfúgios, é ser autêntico o tempo inteiro. Cuidado com isso, viu? Ser autêntico não é sinônimo de grosseria, de abrir a boca e falar tudo o que tem vontade. Calma, devagar porque não é por aí o caminho.

Ser você mesmo, não significa ultrapassar limites, mostrar que é uma pessoa desajustada. Mostrar que você pode ofender alguém porque quando se expressa, machuca quem estar a seu lado. Tome cuidada, aqui não se trata de ser mais que o outro. Não, é isso. Agir dessa forma, é insano. É o mesmo que pedir para ser rejeitado (a), sim porque ninguém deseja ficar perto de quem age com desequilíbrio.

Ser quem somos verdadeiramente, é muito delicado tanto para nós mesmos, quanto com aqueles com quem nos relacionamos. Primeiro, porque não se pode ferir o direito de ninguém. Se você gosta de se exceder nas palavras, fique atento para não avançar certos limites. Claro que, todo mundo erra, e na hora da raiva, não se notar essa questão. Mas, não estamos falando disso. Além do mais, a minha liberdade de saber se expressar, deve andar paralelo ao seu direito de ouvir.

Ser você mesmo é antes de mais nada, buscar o próprio equilíbrio, para saber compreender que aquilo que não é bom pra mim, também não será para o outro. Portanto, se tenho a capacidade de me tratar bem , significa que eu tenho respeito por você, tanto quanto quero ser bem tratado ( a), e assim sou capaz de mesmo não compreendendo as suas atitudes, aceitar o seu modo de ser sem criticar as suas ações.

Ser verdadeiro consigo mesmo, é ser capaz de si conhecer, de compreender aquilo que seríamos capazes de responder diante de qualquer pessoa, não seja grave a ponte de causar nenhum constrangimento.

Ser você mesmo é não precisar fingir e ao mesmo tempo, procurar não ferir. Sei que é difícil, mas tudo é uma questão de autoconhecimento. Se me conheço, logo sei agir com cuidado ao me dirigir a alguém, vou pesar as palavras para não causa uma má impressão.

Ser verdadeiro é responder sem ofender. É procurar ser simpático na medida do possível, fazendo com que aquele com quem falo goste da mensagem que dou capaz de transmitir.

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: