Mia Couto

Não era de água a sua sede. Queria palavra. Não dessas de uso e abuso mas

palavras tenras como capim depois da chuva. Essas de reacender crenças”.

Mia Couto

Imagem: freepik.com

Mia Couto: Equilíbrio.com

Publicado por: VEM comigo!

Santarém, 4 de março de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Mia Couto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: