Cruz e Sousa

” Ó almas presas, mudas e fechadas

Nas prisões colossais e abandonadas,

Da Dor calabouço, atroz, funéreo!

Nesses silêncios solidários, graves,

que chaveiro do Céu possui as chaves

para abrir- vos as portas do Mistério?!”

Cruz e Sousa, Últimos sonetos.

Imagem: pt. freeimages.com

Publicado por: VEM comigo !

( Literatura brasileira, Ano:2013)

Marii Freire Pereira

Santarém, 3 de março de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Cruz e Sousa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: