Legado

“Quantas lembranças boas guardo na memória do lugar aonde nasci.”

O tempo passou,mas carrego na lembra a cor o cheiro do lugar em que cresci.

Uma porta aberta, uma porta na cor ( laranja), me faz recordar que a casa que morei na época de criança permanece intacta até hoje em minha memória. Era uma casa que representava a cor da felicidade ( casa laranja, que representa o sol nascendo). Alguma dúvida a respeito do que eu estaca falando?

Sol nascendo […]

Alguém já assistiu o dia nascendo? Não é lindo todas aquelas cores em tons alaranjados? Assim era a nossa casa. Não falo no sentido do apelo, mas do encanto. Lá, a felicidade se fazia presente todos os dias.

Casa simples, porém com gosto de felicidade!…

Eu, menina que sempre fui ‘levada da breca ‘, gostava dos dias de chuva, em especial – do barulho da chuva naquela casa de sapê!

[…]

Olhos curiosos, atentos aos movimentos de minha avó.

Suspiro…

Doce infância, cheiro de mato verde

Banhos de chuva…

Pé no chão!

‘ O inverno é quente dentro de mim’, flores em reticências…

Imagem: Pinderest

Texto publicado por: VEM comigo!

Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 27 de fevereiro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

%d blogueiros gostam disto: