Tormenta

” Dias ruins são necessários, para que os dias bons, possam valer a pena”.

Quantas vezes tentamos explicar nossos conflitos, nossas frustações? Nossas histórias dolorosas? Muitas. É comum ouvirmos relatos de pessoas que tentam acreditar em si mesma, quando estão passando por suas dificuldades, seus conflitos internos, suas tribulações e tantas formas de definir os problema que temos na vida, que muitas dessas histórias, servem até de inspiração para que nós mesmos, cconsigamos acompanhar as nossas histórias de perto, sem nos esquivar das responsabilidades.

E essas pessoas, mesmo enfrentando as suas tormentas, elas são melhores preparadas do que a maioria de nós? Algumas sim, outras não.

” São mestres dos disfarces?”

Não. São pessoas que assumem as suas dificuldades reais. Gente quese posiciona diante de situações absurdas, porque ao olhar você não acredita. É o extremismo levado a sério, é como se fosse algo religioso para elas, aonde abraçam suas causam e permanecem firmes em seus propósitos. Agora, você sabe o que é interessante? É que muitas vezes, quando você olha alguém passando por acontecimentos que exigem uma postura mais rígida, logo pensa: ‘ah, esse é um derrotado ‘. Não, por incrível que pareça, não. Essa pessoa que você muitas vezes, considera um fraco, tem uma força potencializada, que é inacreditável.

É natural que maioria, por vezes, se esconde ou mesmo desiste diante de situações que não suportam, já outras, melhoram inclusive. Já reparou nisso? São pessoas valiosas, capazes de suportar a pressão ao máximo. Suporta muitas vezes, forças contrárias, e além de tirar uma lição, ainda nos ensina.

É bonito você observar o comportamento de pessoas assim, elas souberam usar a coragem para enfrentar a realidade…

” Vivem suas tormentas com maturidade “

São pessoas que não têm medo de si, de suas fragilidades, suas dores, porque aprenderam a superar os conflitos, e porque compreendem que depois dos dias ruins, os dias bons aparecem com uma certa suavidade.

[…]

Valorize os dias ruins, eles sempre nos acrescenta uma experiência proveitosa. E embora não pareça, a recompensa chega como um vento refrescante, algo que nos decifra e nos coloca diante do que é…necessário.

Imagem: via Instagram

Texto publicado por (VEM comigo!)

Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 21 fevereiro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Tormenta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: