Quando vi você me apaixonei

O olhar reflete a alma, o angelical, o que é verdadeiro.

Quando nos apaixonamos, se enxerga, não pelo olhar real, mas com os ” olhos da alma”. É o contato visual que estabelece com emoção, esse papel de avaliar o que necessário, o que importa realmente no ser humano. E a ele confete pequenos gestos que falam através desse olhar, dessa forma de se expressar. É como se abrisse uma janela, não dá memória, mas do coração que nos permite ficar emocionado com pequenos detalhes. E de uma forma generosa, você pensa no outro manifestando a vida através dos olhos, são eles que falam e ganham, inclusive um brilho especial.

Nietzsche, afirmar que: “amar é caminhar em busca da parte que nos falta”. É como se você procurasse andar em direção ao completo, a tudo que fascina, e ao tempo traz paz interior.

Abrir os olhos, significa fomentar a própria liberdade, não no sentido de controlar o que quer que seja, mas de transformar a grandeza…numa tarefa simples: enxergar com alegria os pequenos triunfos da vida.

Imagem: Facebook

Texto: Marii Freire Pereira

Santarém, 19 de fevereiro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós graduada em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Quando vi você me apaixonei

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: