Desejo

Você já notou a presença marcante de alguém no seu pensamento? Já olhou para uma pessoa e sentiu que ela te faz aflorar o desejos por todos os seus poros? Você simplesmente acha aquele ser irresistível. Se sente atraído sexualmente por ele ou por ela? Muito bem, essas mensagens que servem de alerta, na verdade são produzidas no subconsciente. É uma maneira que o corpo tem de estabelecer uma relação voltada a estética que é um ponto atrativo, e assim faz essa conexão direta com a mente. Veja, estou falando de um desejo, mas um desejo fugaz.

Grande parte, ou diria todas as histórias de amor começam assim, com esse desejo de obter para si, o outro, através de uma forma voluntária da manifestação do desejo sexual. Mas, o que prende alguém a você, não é necessariamente a questão sexual. Embora, há casos onde só exista sexo. E sabe o que é curioso? É que os homens ensinam as mulheres como lhes conquistarem nessa loucura máxima ligada ao prazer, sendo que as performances, são as mais diversas […]

Alguns confundem completamente essa questão ligada ao desejo. Não, uma pessoa para se tornar especial na sua vida, ela não precisa fazer contorcionismo para agradar ninguém. Isso é sexo, só sexo. E como disse, o Mário Lago: ” Nada além, nada além de uma ilusão…”. Sexo é algo inacabado, cada pessoa tem a sua maneira particular de gostar. Todavia, estamos tentando não confundir sexo com amor, que é o que muitos fazem.

O sexo por si, só é uma necessidade. A fome também é uma necessidade, logo devem ser supridas. Agora, o que não pode confundir é essas mornas de distinguir uma coisa da outra.

Acreditar que uma mulher tem que saber mil coisa para ficar com você, é um pensamento retrógrado, definitivamente.

A mulher que se ama, ela não fica com homem nenhum só para agradá-lo, satisfazer os seus desejos. Relação é troca mútua, e não sobrevive por conta de pequenas regalias.

É claro – que se vive numa sociedade, onde se tem como marcar maior, o incentivo do homem que se relaciona com muitas mulheres, o macho em si, a virilidade – que fala mais alto. Porém, eu quero dizer o seguinte a você, o homem por mais objetificante que seja as suas relações, no fundo, ele também procura o que uma mulher procura numa relação, que é o amor. Mas o amor total, o amor no sentido completo, como sugere Freud.

Você sabe porque as histórias de amor em si, mostram as princesas trancadas numa torre à espera do homem forte que vem lhe salvar? Certamente, não. É porque isso remonta o período em que os bebês ficam solitários nos berços, ou seja, a infância, é nela onde tudo se constrói. É a espera de alguém que vá lhe tirar daquele lugar, quer dizer, o berço, é onde cria -se a imagem do ser indefeso. As torres representam os berços. E observe, tudo isso é uma construção que se forma ali, nas primeiras fases de nossas vidas, ou seja, tudo é ligado ao inconsciente, e que depois vem a nossa mente de uma maneira carregada com muito mais força. Não é invenção da minha parte, basta ler um pouco a teoria Freudiana que você entende toda essa construção do amor. O amor e suas veredas, vamos dizer assim. Então, questão do amor, ela é uma busca contínua de homens e mulheres.

É o sentir, é ir em busca da resposta incompleta. Isso é o que tem se tornado a questão não resolvida. Uma pessoa, ela é irresistível não só pelo que desperta a sexualidade masculina, e a feminina também, vamos considerar dessa maneira. Mas, por uma série de critérios que começam a partir da própria confiança que ela passa, a gentileza, a autoestima, o afeto que é um fator decisivo nas relações. Então, essa coisa dos homens dizer: mulheres vocês devem fazer assim para me ter a seu lado, é algo particular, porque do contrário, a mulher só se torna um objeto na não de um homem. É observar tal questão.

A pessoa carrega consigo muitas informações, e a percepção é algo muito importante nas relações porque permitem que você se torne uma figura notável por muitas qualidades. Quem nos passa confiança também é percebido. É ou não, é?

Homens e mulheres, sejam irresistíveis, atrativos sexualmente, mas sem esquecer que o importante é a busca pela felicidade. E felicidade não se constrói em pequenos momentos.

Imagem: Facebook

Texto: Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 12 de fevereiro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “Desejo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: