Semeie o bem

Fazer o bem é uma atitude que torna o ser humano em uma pessoa nobre. Uma pessoa de valor entre os demais. Mas, o que diferencia ele dos outros é fazer o bem sem esperar nada em troca.

” Bons propósitos são aqueles que elevam o indivíduo e a comunidade na qual ele está inserido “ [Mario Sergio Cortella ]. O que diferencia o homem do animal é a ação transformadora, ou seja, pensa e age intencionalmente.

Todas as vezes que reuno condições para transformar o meu ambiente, favorecendo aqueles que estão próximos de mim, faço o bem coletivo. É quando busco critérios que avaliam não só as minhas necessidades, mas de quem precisa dessa ajuda para atingir o seu propósito.

Algumas pessoas têm essa coisa bonita de querer ajudar o outro, é uma característica do ser humano. Ajudar alguém é fazer com que ele saiba lidar melhor com as suas imperfeições.

É primeiramente, tal característica que faz a diferença. É o amor visível que me faz lançar o olhar sobre o outro e compreender o que ele precisa.

Tudo o que oferecemos aos outros só é possível se primeiro for oferecido a nós.”

Quando eu não me ofereço, certamente não tenho condições de fazer a diferença na vida de ninguém. Só me doou ao outro, se em mim houver reservas suficientes para ofertar.

É possível um miserável abraçar o outro e promover alguma transformação na vida dele? Não é.

Um bom amigo por exemplo, é aquele que me leva a crescer […]

É aquele me confronta, que liberta, que oferece o que tem de melhor. E que antes de mais nada, tem a coragem de reconhecer que há algum valor em mim. É alguém que acredita , investe e me faz compreender os meus pontos frágeis…

Quando temos pessoas que nos fazem reconhecer a nossa importância, ela também está criando condições para que tenhamos melhores oportunidades. Oportunidades que uma pessoa egoísta por exemplo, jamais teria condições de oferecer.

O que torna um ser humano melhor é quando ele busca entender o outro de forma a acolher as suas imperfeições, sem a necessidade daquele olhar de reprovação. Não digo que seja favorável à tudo, mas crie ou mesmo nos faça crescer para conseguir externar o melhor que se pode oferecer.

A empatia nasce a partir do momento em que vejo o sofrimento de uma pessoa e consigo me colcar no lugar dela. Quando sou capaz de fazer isso, ofereço bondade. A bondade que não fica no discurso, mas vai além das palavras, são as minhas atitudes que faz o fato transformador. Por isso, promova o bem, ajude a quem precisa .

Abrace, mas abrace num silêncio absoluto. Isso faz cócegas na alma. Faz quem é merecedor do seu afago se sentir mais confiante, renovado…acolhido

Fazer o bem é algo extraordinário porque nos transforma de maneira tão significativa que os benefícios não é só para quem recebe, mas para quem oferece. É o lado positivo da vida: fazer o bem!…

Imagem pública.

Texto: Marii Freire Pereira.

Santarém, Pá 11 de fevereiro de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: