A Felicidade só é possível quando nos dispomos a ela

Toda colheita é fruto de um preparo antes. É bom que se aprenda a valorizar cada passo dessa caminhada, porque tudo só faz sentido, se tivermos alguém especial ao lado. Alguém que se possa planejar e construir algo de valor, porque do contrário, nada faz sentido. Nem mesmo, passar anos juntando dinheiro.

Todo excesso tem uma falta

Excesso de conhecimento não faz sentido, se nas horas vagas, não temos com dividir as nossas fragilidades e incertezas. Aliás, todo excesso não é bom. Até dinheiro, só faz sentido se for para gastar com alguém que nos seja especial. Do contrário, se vive uma vida inteira de frustação, e nada se aproveita.

Eu sei que viver é um desafio, e aprender a lidar com os nossos conflitos é desconfortável, pior ainda, é travar uma lutar com eles. Ás vezes, é natural a fadiga vir, o desânimo, a falta de paciência, angústia, a impressão que se tem é que tudo chega a reboque. E com isso aparece o que? As reações negativas, o sofrimento, o tédio, a mesmice. Pronto, ficamos numa situação desconfortante, fartos de nós mesmos. Parece que a vida perde o sentido

[…]

Em momentos assim, que você fica sem direção, o que fazer?

O Viktor Emil Frankl, disse que “quando o ser humano perde o sentido da vida, deixa de lutar”. Todavia, a pergunta que insiste em martelar a mente é a seguinte: ” quando eu desisto, estou sendo leal comigo mesmo?”, e com quem espera muito de mim? Não. O sofrimento é real. Porém, se desisto de caminhar, volto ao nada, mas a medida em que caminho, eu tenho a possibilidade de lidar com o novo ( Marii), o desejo é de sair daquilo que causa a sensação de dor, perda, vazio…sofrimento. E você sai. Leva tempo, mas sai.

Infelizmente, a verdade quase sempre é um prejuízo. Tem certas verdades, que é difícil lidar com elas. Mas nesse caso, ela é um estímulo necessário no qual, me sinto desconfortável, mas ao mesmo tempo, preciso me desprender do que machuca para andar em direção ao novo, daquilo que ainda preciso alcançar

[…]

Diante das fragilidades, nós nos tornamos reféns dos nossos próprios monstros. Parece que diante dos desconfortos da vida, todos nós, perdemos o sentido, o chão como muitos dizem. Mas, quando perco o chão, eu preciso me segurar em alguma coisa, certo? O que não posso é ficar com esse espírito de coitadinho. Eu preciso me libertar daa voisas wue me prendem, do que me domina, do que me impede de dar um passo adiante. Eu posso ser feliz, quando me dispuser. E quando me livrar de desculpas

[…]

A Felicidade também é algo como diz o Mario Sergio Cortella: “Felicidade é a capacidade, acredite em você, acredite na sua força, você é capaz de se refazer, de conduzir a si mesmo, ainda que nada faça muito sentido, acredite você pode…é…capaz.

Imagem pública

Texto: Marii Freire

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

2 comentários em “A Felicidade só é possível quando nos dispomos a ela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: