Brisa suave

Abro a janela

A brisa da manhã sacode as folhas

Sinto o aroma suave das flores…

O silêncio

Na minha alma

Sugere

Que aquele toque

Seja você acariciando a minha pele

[Me abrace com delicadeza]

Um carinho

Um beijo suave

Na face inviável

Me faz recompor

Os sonhos perdidos […]

Meu anjo

Meu ser de pureza

Todos os atalhos são enganos […]

Chama tudo aofundo mar…

[Só há tristeza]

Meu amor

Minha paixão

Brisa suave!…

Brisa que devora

O meu ser.

Saudades !

Saudades

Dos seus olhos

Dos olhos que se faziam de caminhos

para que eu chegasse a ti.

Agora tudo é incerto

Agora é desvario

Você é apenas um grito no meu peito

Um barulho

Um desassossego na alma.

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: