Passear pela a nostalgia das lembranças

Abrace generosamente o que reside nos seus poros.

Deixe-se levar pelo o que atormenta …

A dor.

Pelo silêncio natural das palavras

O que te deixa indefesa

O que deserta…

Vês? A pétala distraída exala poesia.

Tudo é silêncio

Nada cabe

Nenhum gesto do mar

Quem o contrária?

Ninguém.

Nada é maior do que sua força!…

Mar…de ausência

Imagem : https://br. freepik. com

Texto: Marii Freire Pereira

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: