Comparação

A melhor comparação que podemos fazer de nós mesmos, é conseguir olhar para quem somos e gostar da imagem que reflete… interiormente.

” Não queira buscar referência, ou ainda, chegar ao ponto se comparar com outras pessoas “.

Ame-se, e cuidar de você com carinho, com a certeza de que consegue fazer o melhor, sem a necessidade de esperar que outra pessoa lhe trate bem.

Ame-se, a ponto de permitir que os seus pés descalços, sejam dignos do mérito que lhe pertence, e ninguém é capaz de tirar…absolutamente, nada de você.

Não queira que as pessoas reconheçam qualidades em você, não busque referência no contrário, no que é falso, no que lhe obriga a inventar um sorriso.

Não confunda estar consigo, em buscar ir em busca de distração. Claro, queremos ser felizes a qualquer custo, mas lembre-se que a felicidade é construída a partir de coisas simples. E à s vezes, as distrações, elas nos acompanha com um falso sorriso, com solidão, sofrimento (…)

Queira sempre o que é verdadeiro, o que ajuda a revitalizar, a acreditar na vida, nas coisas boas, nas pessoas que querem também o seu bem-estar.

Goste de si mesmo. Não busque fora o que mora dentro de você. Se ame…queira…bem!

Imagem: Cheiro de lavanda

Texto: Marii Freire Pereira

Santarém, 19 de fevereiro de 2020

O homem diante de si mesmo

O homem diante da plenitude, é um ser reverendíssimo ao falar.

Olha para o horizonte como se, saboreando o silêncio torna-se um náufrago de sua imaginação.

Contente, ele revive o seu passado de lembranças (…)

Com o pensamento fecundo, ergue as pupilas, franze a testa e sussurra ao vento – cadê o menino de outrora!? A casa velha de minha mãe, aonde está? Portas cerradas, cabelo grisalho…seu abraço!?

Como criança espantada, olha para dentro de sim mesmo, talvez procurando ouvir a melodia da alma (…)

“Olhos úmidos… o trás a realidade novamente…”

Eis, o homem!..

[O que faz com que nós, consígamo viver as boas lembranças, é o acordo que se faz com o tempo. Esse é o encaixe perfeito, pois só ele permite tal …compensação].

Imagem: Alter do Chão, Pará

Texto publicado por (VEM comigo)

Marii Freire Pereira

Santarém, 19 de fevereiro de 2020

Frustação

Frustação é uma confusão de sentimentos causados pela sensação de fracasso, aliado a importância, ou seja o insucesso do indivíduo.

Pessoas sobrecarregadas, revelam de maneira muito clara, Essa falta apreço pela vida, pelo momento em que vivem. Elas deixam de acreditar na vida, e não é porque não querem, mas porque não têm mais a sensibilidade, o estímulo necessário para cumprir essa vontade. Em geral, se sentem despreparadas para assumir qualquer compromisso com elas mesmas. Torna-se uma pessoa indiferente consigo mesma.

Vivem um momento dado por tanta confusão psíquica que chegam a mergulhar numa tristeza profunda.

Em alguns momentos a pessoa comum, ela pergunta para si, por diversas vezes, o porquê de permanecer tão contrários à vida. Já nesse caso, não. Acontece o inverso, não perguntam, a vida é um contráriosempre

A pessoa que se sente frustada , ela não questiona, o porquê de nada, e o motivo é claro, ela não consegue achar explicação. Simplesmente, vivem esse sentimento de forma exaustiva. É como se estivesse vivendo o abandono dela mesma. O registro da memória é involuntário, não tem a capacidade de decidir. Algumas pessoas que vivem esse processo, às vezes, cometem crueldade consigo, é como se o inconsistente não pudesse reeditar as histórias que precisam ser mudadas.

A sensação de fracasso faz com que as pessoas se tornem reféns do medo, rejeição, agressões, etc. Fazem uso de palavras duras , ou seja, são carrascos, se subjuga…Por se sentir incapaz.

A ansiedade também é um fator presente. A pessoa exagera por conta da falta de segurança diante de muitas situações que não conseguem compreender. É uma reação natural.

Para sair dessa situação é preciso um pouco de boa vontade. É preciso fazer o contorno de todo percurso que se caminha. A primeira coisa é se libertar dos pensamentos negativos, procurar melhorar nas atitudes, na forma de pensar para conseguir superar os conflitos internos.

Quem já viveu esses momentos de confusão, angústia e fracasso sabe o que é lutar com a arte de pensar…

…pensar positivo.

Imagem pública

Texto: Marii Freire Pereira.

Santarém, Pá 18 de fevereiro de 2020

Grace

Tem coisas que nos desperta carinho em sentido único, como :

. Crianças

. Flores

. Música

Todas elas têm um significado restrito para nós. Afeto tem limite? Não. As crianças de modo geral, elas nos conquistam. Por ser tão graciosas, puras no seu jeito de ser que carregam consigo a alegria, a esperança, o sorriso fácil, ou seja, Promovem o que há de melhor…’encontro do novo com o velho’. Tem quem resista ao encanto de um sorriso? Não, até o ser mais duro, se rende aquele barulho gostoso é próprio dos bebês.

.Flores, elas despertam o sublime, o desejo, a ilusão, docilidade e a sensualidade feminina.

. Música – precisa de descrição? A música desperta uma concepção plural de fazer aflorar as emoções, também desperta lembranças, funcionam como terapia, tem o efeito relaxante, nos faz lembrar de pessoas, sentimentos e várias outras definições. Desnuda preconceitos, além de aproximar pessoas.

Todas essas coisas estão sempre muito próximas a nós, pode notar…ninguém enjoa. Pode-se enjoar perfume, pessoas, comida, algumas atividades, viagens É outros. Mas, esse tipo de coisa parece que tem um poder norteador, que é sempre nos levar ao início, o princípio (…) É como se nos desmitificasse porque remete sempre a idéia de carinho, afeto, compreensão.

Imagem ( Instagram)

Texto: Marii Freire Pereira

Santarém, Pá 18 de fevereiro de 2020

Em paz consigo mesmo

Estar em paz consigo mesmo, é sentir a alma leve, viver bem com Deus, com a vida, com as adversidades que surgem ao longo de nossa caminhada. É respeitar os nossos sentimentos para compreender a importância da praz, digo dos momentos felizes, dessa coisa que mostra o prazer de forma fragmentada. Mas, que ao mesmo tempo, revela também a necessidade de construir coisas boas em nossos corações, aliás, mente porque é no inconsciente que de fato, tudo toma forma. E a mente humana tem esse poder de construir esses momentos preciosos.

Reconhecer a importância de nossas fronteiras, ou seja, aquilo que nos limita. E saber que haverá dias de paz, assim como, dias de desertos…

” Os dias de desertos também têm a sua importância, a sua preciosidade “

Deserto é…

. Tempo de restrição, de avaliar, aceitar o que é possível de aceitação, sobretudo, A situações que nos desestabiliza perante pessoas, ou que nos fazem retroceder por outros motivos.

Calmaria- é tudo o que trás paz !

. Dias de calmaria. São esses que nos permite enxergar a vida por outro ângulo. Aqui diria, com uma certa passividade. Seria um olhar sobre a vida, mas com uma certa leveza…’com poesia’. Não com uma visão ingênua, mas com um olhar necessário para o nosso bem-estar , porque sem esses ‘ olhos de esperança ‘ só nos resta o desamor, a crueza da vida.

Estar em paz consigo mesmo, é saber que o rio encontra o seu caminho (…)

É compreender que, apesar de todas as dificuldades, existe uma época para o abrigo, uma época de beleza, um momento de paz interior, que nos permite respirar devagarinho, e observando cada detalhe com a sua devida importância. É um momento que nos permite apreciar o movimento da vida com um pouco mais de carinho. Mesmo quando ainda temos feridas que não cicatriza (…)

” O preço de se estar bem consigo mesmo é divinal.

É quando você alcançar a simplicidade num grau elevado. Mas, tão elevado que não precise de complemento. É quando a minha relação comigo mesmo atinge um processo de autoconhecimento capaz de suprir todas as necessidades. É como se embalassemos os sonhos nas noites estreladas (…)

Tudo é uma questão de procurar enxergar a vida mais suavidade. Não é que não tenhamos problema, mas conseguir estar bem consigo mesmo, é conseguir se reconciliar com eles o tempo inteiro. É compreender que apesar da complexidade que há dentro de cada situação, nós somos capazes de superar os problemas e alimentar os nossos desejos com sentimentos bons.

Imagem: pública

Texto publicado por: Marii Freire Pereira ( VEM comigo!)

Santarém, Pá 18 de fevereiro de 2020

Força feminina

A história da mulher na sociedade, sempre foi tecida com base nas ‘ ausências. [Aqui, falo ausência de tudo], mas principalmente, a idéias ligadas a educação, porque o fato de lhes terem negado a educação durante anos ( o que foi uma forma de controle), fez com que a mulher fosse vista na sociedade, como um ser incapaz, um ser inferior ao homem em todos os sentidos, principalmente, em relação a capacidade intelectual. As suas idéias só ganhavam respeito quando a tarefa era servir, limpar e cuidar de alguém, ou familia. Em relação às questões públicas, elas nunca tiveram a oportunidade de se expressar porque isto, era algo inviável as mesmas. Despreparadas? Não. Acredito que não devemos cobrar algo de uma pessoa, quando não damos a ela, as mesmas oportunidades, sim porque quando se atribue valores iguais, neste caso, a cobrança é de igual para igual. Se por acaso, faltar os tais mecanismos, não tem porque cobrar. Nesse caso, a sociedade nos coloca o peso de uma cobrança injusta.

Hoje, criticar práticas pretéritas por exemplo, é reconhecer esse saldo que é insuficiente. Portanto, o justo neste caso, dar-se em devolver o remunerado que nos cabe. E esse ” caber” não recepciona um olhar de injusta, mas de igualdade. Como, proporcionando cada vez mais meios que venham ampliar os nossos horizontes […], ou seja, os direitos.

As mulheres sempre foram consideradas inaptas a participação na política. Isto, só ganhou um novo significado somente, após o voto feminino no Brasil, em 24 de fevereiro de 1932, e as muitas lutas. Antes, não – isto é, essas mulheres não tinham direito nem a educação. Simplesmente, elas eram aprisionadas a ignorância ( o que gerou uma consequência negativa visível em todos os aspectos de suas vidas), NOTÓRIO.

“Talvez fiquemos por alcançar o valor de tudo o que nos foi tirado…”.

Todavia, Cabe a mulher esse sentimento de mudança, de lutar e construir uma visão positiva em querer alcançar, ainda que ‘tardiamente’ um lugar promissor na sociedade, e tentar romper com pensamentos de outrora. Nao há outro caminho, o que resta é ir a luta, fazer desse, o momento oportuno.

“É tentar mudar essa visão reduzida da figura feminina na sociedade.”

De fato, o papel da mulher só ganhou destaque nesse campo de luta, após, muita reflexão e o reconhecimento por direitos. A educação, o direito ao voto, a entrada no mercado de trabalho dentre outros, foi que acelerou que esse processo que faz parte da luta pela emancipação feminina. E hoje como essa mulher está? Ainda exerce jornada dupla, muitas se dividem em cuidar dos filhos, casa, do marido, etc. A palavra correta seria ” tripla ” não é!? pois bem, e trabalham fora. Participam da política, o que é uma ‘partição tímida’, porque espera-se ter mais a presença de mulheres em ambientes públicos, dividindo espaços com os homens, e exercem outras atividades. Felizmente, muita coisa tem mudado, mas é preciso dizer que também há muita resistência em relação a uma série de mudanças.

Todavia, é extremamente gratificante se notar esse reconhecimento em meio à delicadeza feminina. Acredito que o que contribuirá para uma sociedade mais igualitária, justa no sentido da palavra, seja homens e mulheres dando as mãos, não competir, mas agregar valores que se corrija esse histórico em prol da luta pelos direitos. E aqui, cabe dizer: direito de ambas as partes.

Imagem pública

Texto: Marii Freire Pereira ( publicado em : VEM comigo! – blog)

Santarém, Pá 18 de fevereiro de 2020

O par perfeito

Muitas pessoas procuram alguém especial que as preencham em todos sentidos. Mas , muitas esquecem que não existe a pessoa perfeita. Aliás, a construção da idéia de pessoa perfeita nasce a partir da junção de valores de duas pessoas que desejam ficarem juntas.

É confortável a idéia de que um dia, vai-se descobrir aquele alguém que espontaneamente, irá corresponder a uma lista de exigências criada em nossa mente a partir de tudo o que nos foi ensinado sobre relação a dois. Começando, inclusive por você sorrir e apertar a mão da pessoa que lhe desperta interesse.

Bem, sorrir a gente sempre pode. Todavia, entusiasmo de menos. Vamos limitar algumas coisas. Primeiro:

. O que nos liga um ao outro é a questão da humanidade.

. A procura por alguém com valores igual ao seu

. Você tem que se amar, antes de amar o outro

. Não existe ninguém perfeito.

As relações, elas só conseguem ter sucesso, se construirmos bases sólidas. É como em qualquer construção. A base tem que ser boa o suficiente para sustentar a estrutura do está em cima. Portanto, essa idéia de que exista a pessoa certa. Não, definitivamente,dessa idéia não prevalece. Embora, se cultive no imaginário, como forma de fantasia o outro ser. É mais uma espécie de estímulo imaginação, tanto que o inconsciente torna-se alimentado por idéias mirabolantes. Pensamentos, inclusive que fazem com que muitas pessoas fiquem cegas por acreditar num monte de bobagens e esquecem se viver a vida, ou seja, deixam de viver até um relacionamento bacana por conta de ficar tentando encontrar qualidades aonde não existe.

Ah!, mas a pessoa certa vem quando a gente menos espera!‘ Não, no máximo você irá encontrar alguém especial que vai fazer com que você também se sinta especial. Uma pessoa que [apesar], dos conflitos vai ter respeitar em relação a muitas coisas. Alguém que irá valorizar você pelo o que acredita, pelo valor que você representa para ela. A necessidade de aceitação também é um fator importante porque você consegue se encaixar nas necessidades do outro, naquela coisa da troca e recompensa.

Uma relação, ela sempre é composta por muitos conflitos, mas também é composta pelas inúmeras oportunidades de se refazer […]

Sem dúvida, essa é uma atitude bonita entre os casais.

Não pense que no amor, o parceiro é aquele ser perfeito. Não, a relação torna-se perfeita, a mefida em que o casal cria mecanismos que contribuem para tal ” perfeição “. Nem todas as decisões poderão ser harmônicas, mas certamente haverá necessidade de consenso entre as partes, portanto, é bom ficar atento a isto. E o que considero a questão primordial dentro de toda essa construção de amor, de casal. O amor é um sentimento simples. Nada, absolutamente nada, nada mesmo do que se ouve por aí, funciona se duas pessoas não estiverem dispostas a abrir mão, muitas vezes, de pequenos detalhes numa relação para que ela ser verdadeira.

Ame, mas não ame a idéia de perfeição que você faz a respeito de uma pessoa. A ame a partir daquilo que ela representa para você, ou seja, do que transmite de bom, de bonito, o que de alguma forma, representa alho especial, belo o que te causa fascínio.

Imagem: Paris Romance”

Texto: Marii Freire Pereira

Santarém, 17 de fevereiro de 2020

Brisa

Todo mundo gosta da leveza que a brisa trás, não é? Da maneira sensual como ela chega tocando o nosso corpo. Há situações que ela chega tão gostosa em que fechamos os olhos e deixamos que alcance o mais profundo de nós, a alma […]

A brisa sempre representa uma bela surpresa.

Ela cria em nós uma expectativa deliciosa, é como se chegando, tivesse o pode de levar consigo aquela sensação que deixa o corpo, aliás a alma sobrecarregado.

Brisa suave!…”

A capacidade de renovação é maravilhosa. Até se respira profundamente para conseguir extrair o máximo dela. E sabe o que é mais interessante? É que ela acaba tornando-se mais valorosa, quando estamos passando, melhor, suportando os momentos áridos ( sofrimentos), da vida. Aí, ela já não é uma brisa suave, mas uma brisa abafada. Talvez seja por isso que que chegue com tanta potencialidade para nós acalmar.

Às vezes, quando chega, vem trazendo o desejo da chuva, mas chuva por dentro. Chuva no sentido metafórico. É uma colocação superficial, maneira de falar. Mas, é como se ela estimulasse a liberdade a qual se precisa achar, mas a liberdade dentro desse caminho de construção pessoal.

É sempre muito bom oferecer essa forma sutil de abraçar a vida, abraçar as coisas boas da vida.

Sinta, respire!…

Imagem pública

Texto publicado por: Marii Freire Pereira.

Santarém, Pá 17 de fevereiro de 2020