Carlos Drummond de Andrade

” Nos áureos tempo

que dormen no chão,

pretes a acordar,

tento descobrir

caminhos de longe,

os rios primeiros

e certa confiança

e extrema poesia.

Não me sinto forte

o quanto se pede

para interpretá-los.

O jeito é esperar.

Carlos Drummond de Andrade. Nos áureos tempos

Carlos Drummond de Andrade. A Rosa do Povo. CÍRCULO DO LIVRO. São Paulo, 1945

Marii Freire

https://Pensamentos.me/VEM comigo!

Imagem:pinterest/Viajali

Santarém, Pá 2 de agosto de 2022

Publicado por VEM comigo!

Bacharela em direito, Pós- graduada em Direito Penal e Processo Penal.

Um comentário em “Carlos Drummond de Andrade

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: