A pluralidade de concepções acerca do covid-19: ficar em casa é um desafio?

O número de brasileiros que fundamentam de forma negativa esse momento de consciência pelo qual passamos, aliás ‘o mundo inteiro tem passado’, abre debate acerca de inúmeras informações a respeito da Covid-19. Informações que sustentam posições que na minha concepção merecem ser olhadas com mais carinho.

É inegável que as pessoas queiram ter a liberdade de antes, de ‘ir e vir’ , sem maiores problemas. Mas, compreendo que o momento é para nos ‘resguardar ‘. O Brasil precisa dessa resposta positiva, digo contar nesse momento de plena compreensão das pessoas para obter sucesso nessa luta pela vida. É exatamente assim que se deve pensar para só então, agir. Essa Pandemia, serviu para mostrar o quão frágil essa população estava. Claro que, temos que observar inúmeras falhas. Mas aqui, todo esse problema transcende qualquer pensamento a respeito de saúde. Os casos concretos de contaminação e resultado: morte, expõe todos os dias como anda a fragilidade de nosso sistema de saúde. A saúde pública sempre foi muito questionada, principalmente no sentido de encontrar soluções a casos que se agravam. Agora, leve em consideração a COVID- 19?! Compromete ainda mais essa questão, não? Esse é o momento de se pensar, e ‘rejeitar a idéia’ de se querer disputar um leito de hospital. Não queira para você uma situação dessa.

Nesse momento o que todos nós devemos fazer é ficar em casa, ao menos, os podem. É uma forma de ‘ amenizar ‘, de ajudar a não levar o problema adiante. Ficar em casa é bom para quem gosta. Tem os filhos que se você notar, a maioria não tem a presença dos pais por perto. Muitos filhos sofrem a ausência dos pais. Além disso, temos uma família, mãe, irmãos, sobrinhos, animais de estimação. Às vezes, você reconhece que moram na mesma casa, mas não há o reconhecimento, o afeto, a forma de interagir, são mecanismos que não funcionam. Em outras palavras, são pessoas estranhas. Vivem juntas, mas não se reconhecem como parentes, não interagem.

A Covid é um problema para discutir? É. Mas, é também uma oportunidade de você ” conhecer a sua família “. O afeto é um projeto humano que permite essa flexibilização de poder oferecer carinho, amor e porque não dizer, valor ao outro? Compreende aonde quero chegar?

No âmbito do lar, é que as relações se fortalecem. Por isso, se você pode desfrutar de mais tempo em casa, saiba vivê-lo de forma que, isso agregue valor a sua família. Quantas pessoas não têm tempo de assistir um filme, juntas? Quantas pessoas levantam cedo para ir trabalhar, e voltam para o aconchego do lar quando já é noite? É essa incompatibilidade entre as agendas das pessoas que fazem com que elas se afastem cada vez mais, uma das outras.

Cabe ressaltar nesse momento que, de forma autêntica “der valer para aqueles que ajudam construir um mundo a sua volta”. São essas pessoas que irão te receber quando a alegria, quando a liberdade da rua não oferecer prazer tanto quanto deveria. São para essas pessoas essas pessoas que se voltam para você

[…] volta-se, e detalhe: às vezes, não se agrega nenhum valor. Mas, elas estão sempre de braços abertos…esperando.

Embora a vontade de sair seja grande, nesse momento, é um privilégio estarmos vivos, enquanto muitos já não podem contemplar a luz do sol (…), não sem uma razão, mas porque foram vítimas do acaso. Sair nesse momento, só com a devida proteção. É sabido que qualquer um pode ser atingido pelo problema. Então, a resposta positiva que se deseja, depende das medidas protetivas, mas também da consciência de cada um. Atenção nesse momento é fundamental para que todos fiquem bem. Precisamos ter esse compromisso de proteção conosco e com o outro. O sucesso de tudo isso, depende de nós, digo de nossas ações, pelo menos com aquilo que podemos contribuir.

Um forte abraço!

Marii Freire Pereira

VEM comigo!

Imagem: Pinterest We Heart it

Santarém, Pá 15 de junho de 2020

Publicado por VEM comigo!

Bacharel em direito, cursando Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

4 comentários em “A pluralidade de concepções acerca do covid-19: ficar em casa é um desafio?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: